Sábado, 27 de Novembro de 2021
Publicações

Pesquisa em Gênero, Sexualidade e Educação na Perspectiva Pós-Estruturalista

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para artigos, Estudos Culturais, Estudos Feministas, Género

Chamada para o Dossiê

Pesquisa em Gênero, Sexualidade e Educação na Perspectiva Pós-Estruturalista

Editores do Dossiê:

Dr. Anderson Ferrari (UFJF)

Dr. Marco Lopes de Souza (UESB)

Dra. Paula Regina Costa Ribeiro (FURG)

O campo dos estudos de gênero e sexualidade articulado com a educação vem se constituindo e, hoje, já se consolida como um campo de conhecimento. Isso significa dizer que este campo tem mobilizado grupos de estudos e pesquisas vinculados ao CNPq com foco nesses interesses, linhas de pesquisas em programas de Pós-graduação, Associações Nacionais centradas nas discussões de Gênero e Sexualidade, Grupos de Trabalhos nas principais associações acadêmicas, Seminários Nacionais e Internacionais, enfim, um conjunto de ações que nos possibilita afirmar os estudos de Gênero, Sexualidade e Educação como um campo que produz e divulga conhecimentos. Esse campo tem uma forte influência da perspectiva pós-estruturalista, que investe na problematização de questões importantes e centrais para a sociedade como, por exemplo, a produção das diferenças e das desigualdades de gênero e sexuais nos seus atravessamentos com raça/etnia, geração e classe. Trazendo para a Educação, esse enfoque se debruça no espaço escolar e num sentido de educação para além das escolas como contextos em que as relações de gênero e sexualidade produzem sujeitos como efeitos de práticas discursivas, de saberes, de relações de poder e das ações entre sujeitos. Neste sentido, a proposta de um dossiê como esse é para que possamos acolher, conhecer e divulgar as pesquisas que têm tomado a perspectiva pós-estruturalista em diálogo com outros estudos, tais como Estudos Gays e Lésbicos, Estudos Foucaultianos, Estudos Culturais, Estudos Feministas, Estudos Queer como provocações para pensar a constituição dos sujeitos e seus pertencimentos nas suas interseccionalidades de gênero, sexualidade, raça/etnia, geração, religião, classe entre outras. Pesquisas que trabalham com esse sentido de constituição dos sujeitos como processos educativos que envolvem não somente as escolas, mas outros espaços também educativos, em que que as relações são marcadas pelos discursos, práticas, saberes que produzem identidades e pertencimentos, assim como nos possibilita colocar sob suspeita nossas formas de pensar, agir, ser e estar no mundo. Nossa proposta também é problematizar como essas pesquisas pautadas na perspectiva pós-estruturalista, em diálogo com outros estudos, têm mobilizado as nossas formas de olhar e entender o campo dos estudos de gênero, sexualidade e educação.

Palavras-chave: Gênero. Sexualidade.  Educação. Pós-Estruturalismo.

Recepção: Mai / 2021 a Set / 2021

Avaliação de Artigos: Out / 2021 a Nov / 2021

Publicação: Dez / 2021

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas