Sábado, 26 de Setembro de 2020
Publicações

Mulheres intelectuais: práticas culturais de mediação | Dossiê da Estudos Ibero-Americanos

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento:

Cultura, Estudos Feministas, Estudos Ibero-Americanos, Género, História

A revista Estudos Ibero-Americanos (e-ISSN: 1980-864X, Qualis A2), editada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), recebe artigos para o seu próximo dossiê intitulado "Mulheres intelectuais: práticas culturais de mediação". O encerramento das submissões acontece no dia 15 de janeiro de 2021.

Mulheres intelectuais: práticas culturais de mediação Vol. 47, n.3 (setembro-dezembro de 2021)

Organização: Ângela de Castro Gomes (UNIRIO/UFF), Kaori Kodama (FIOCRUZ) e Patricia Raffaini (UNIFESP).

O dossiê procura abrir um espaço de reflexão em torno da questão de gênero e da mediação cultural, artística e científica, explorando diferentes aspectos dessas práticas exercidas por mulheres, durante os séculos XIX e XX. A invisibilidade das mulheres bem como o rebaixamento de suas ações intelectuais são uma tônica frequente, que a historiografia atual luta para transformar. As estratégias de reconhecimento de suas práticas culturais são muitas vezes ligadas à atuação na educação ou possuem uma dimensão pedagógica. Parte das protagonistas dessa história não obtiveram posições de prestígio e foram relegadas a um círculo restrito de recepção de seus trabalhos. Outras, atuavam em instituições científicas, culturais ou artísticas frequentemente nos bastidores, apesar de seus trabalhos serem de qualidade e carregados de significado. Seus escritos muitas vezes só chegaram até nós no formato de escritas confessionais como memórias, diários e epistolografia.

Mais informações na página da Estudos Ibero-Americanos.


Intellectual women: cultural practices of mediation

The dossier aims to provide a forum for discussion around the gender issues related to cultural, artistic and scientific mediation in different aspects of practices exercised by women during the 19th and 20th centuries. The invisibility of women as well as the downgrading of their intellectual actions are a frequent tonic, which current historiography struggles to transform. Strategies for the recognition of their cultural practices are often linked to their action in education, or many times their works engage a pedagogical dimension. Some of the protagonists of these histories have not obtained prestigious positions and have been relegated to a restricted circle of reception of their work. Others, worked in scientific, cultural or artistic institutions, usually in the backstage, although their works were of quality and loaded with meaning. Mostly, their writings only reached us in the form of confessional writings such as memoirs, diaries and epistolography.


Mujeres intelectuales: practicas culturales de mediación

El dossier pretende abrir un espacio de reflexión en torno a la cuestión del género y la mediación cultural, artística y científica, explorando diferentes aspectos de estas prácticas ejercidas por las mujeres durante los siglos XIX y XX. La invisibilidad de las mujeres así como la degradación de sus acciones intelectuales son una tónica frecuente, que la historiografía actual se esfuerza por transformar. Las estrategias para el reconocimiento de sus prácticas culturales suelen estar vinculadas a la acción en la educación o muchas veces tienen una dimensión pedagógica. Algunas de las protagonistas de esta historia no han obtenido posiciones de prestigio y han sido relegadas a un círculo restringido de recepción de su trabajo. Otras trabajaban en instituciones científicas, culturales o artísticas, a menudo entre bastidores, aunque sus obras eran de calidad y cargadas de significado. Sus escritos a menudo nos llegaban sólo en forma de escritos confesionales como memorias, diarios y epistolarios.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas