Domingo, 15 de Dezembro de 2019
Publicações

Eptic e Chasqui lançam dossiê conjunto “Indústrias Culturais e Economia Política”

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para artigos, Ciências da Comunicação, Economia, Indústrias Criativas, Política

As revistas Eptic (Rede de Economia Política das Tecnologias da Informação e da Comunicação), que completa vinte anos de existência, e Chasqui, produzida pelo Ciespal (Centro Internacional de Estudos Superiores de Comunicação da América Latina) que comemora 60 anos de atividades, abriram Call for Papers para Edição comemorativa a ser publicada no último quadrimestre de 2019.

Os periódicos lançaram o Dossiê conjunto “Indústrias Culturais e Economia Política” que será publicado em duas partes. A primeira parte será publicada no Vol 21 nº 3 (set-dez) da Revista Eptic enquanto a segunda parte será publicada no nº 142 (dez) da Chasqui em dezembro de 2019.

A revista Eptic aceita contribuições para o dossiê até o próximo 3 de junho. Já a Chasqui estipulou como data limite 23 de agosto de 2019. Os autores devem enviar seus originais para somente um dos periódicos da sua escolha e, para tanto, deverão observar atentamente os prazos e as normas de submissão específicos de cada periódico.

As normas para submissão da Revista Eptic podem ser acessadas aqui e as da Revista Chasqui aqui. Os Coordenadores do dossiê temático são o Prof. Dr. Cesar Bolaño (Universidade Federal de Sergipe) e o Prof. Dr. Juan Camilo Molina (Ciespal).

O Dossiê tem como objetivo fomentar a discussão sobre os sofisticados processos de produção e suas complexas cadeias produtivas em países emergentes, bem como as iniciativas de tais países em conformar políticas públicas que permitam às Indústrias Culturais navegar por diferentes áreas de intervenção, de acordo com a Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais que surgiu na Conferência Geral da UNESCO em 2005 e pela primeira vez considerou os processos e efeitos da globalização e as brechas deixadas pela aposta dos países de economias avançadas ao reconhecer a taxa de retorno propiciada pelo investimento nesse tipo de indústria.

As contribuições devem dialogar com os seguintes eixos temáticos:

  • Comunicação, processos culturais e políticas públicas
  • Indústria criativa e novos mercados de comunicação
  • Os fluxos de comunicação globais e as identidades culturais
  • Impactos das políticas de comunicação na visibilidade da cultura
  • A diversidade cultural nos meios (tradicionais e comunitários)

Fonte: Eptic

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas