Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020
Publicações

African and Black Diaspora: An International Journal

Início: Fim: Países: Brasil, Estados Unidos

História, Chamada para artigos

Após a abolição da escravidão no Brasil em 1888, as elites nacionais tentaram relegar os negros e os afro-brasileiros ao passado por meio de políticas explícitas de branqueamento da população. Hoje, durante um período de florescimento do ativismo afro-brasileiro, o qual emergiu no cenário nacional com o fim do regime militar em 1985 e o centenário da abolição em 1988, a cada novo recenseamento nacional é maior o número de pessoas que se identificam como negros. As elites do início do século 20 esperavam banir a negritude da história, mas um século depois o futuro do país parece cada vez mais afro-brasileiro. As políticas de raça, cidadania, história e futuro no Brasil foram e estão conectadas. Hoje, debates sobre os direitos e práticas da negritude e afro-brasileiros são conduzidos dentro do Estado e por uma miríade de atores da sociedade civil, e têm sido especialmente vigorosos na configuração e entendimento do passado, presente e futuro nacional.
 
A edição especial da revista African and Black Diaspora: An International Journal aborda as mudanças das relações entre raça, cidadania, história e do futuro no Brasil com pesquisas que abordam estas questões centrais: Como os vestígios materiais e interpretações contemporâneas da história impactam as políticas orientadas para o presente e o futuro? Como a história e seus vestígios são utilizados e compreendidos por defensores e opositores das políticas contemporâneas de direitos e reparações aos afro-brasileiros? Como e por que os atores sociais assumem sua negritude, e ficam marcados como negros através do relacionamento com as mudanças conceituais e dos objetos materiais tais como a terra, o ambiente construído, e as mercadorias étnico-raciais?
 
Nos últimos anos essas perguntas têm estado na vanguarda da política brasileira, com a memória histórica, a escravidão e hereditariedade como tópicos fundamentais na contestação das políticas nacionais de raça. Buscamos trabalhos que abordam estas questões a partir da perspectiva de pesquisa de fontes históricas e contemporâneas e de estudiosos das áreas de humanidades e ciências sociais.
 
Os coeditores convidam submissões que podem incluir, mas não se limitam aos seguintes tópicos:
 
• Quilombos brasileiros contemporâneos.
• A política de reparações.
• A transformação das formas de identificação racial.
• O património herdado como um local de luta política.
• A ideologia do branqueamento e da "democracia racial" em perspectiva histórica e contemporânea.
• A política de ensino da história afro-brasileira.
• Concepções de história Africana na política brasileira contemporânea.
• Interseções de género e sexualidade com a política de raça e de reconhecimento.
 
São bem-vindos os trabalhos que abordam estes e temas afins sob tanto a perspectiva histórica quanto a contemporânea.
 
Os interessados deverão enviar o título e o resumo (250 a 300 palavras) dos trabalhos em português ou inglês, bem como uma pequena biografia dos autores (150 palavras) para os três coeditores: Drs. Merle L. Bowen, Sean T. Mitchell e LaShandra Sullivan através do e-mail afrobraziliancitizenship@gmail.com.
 
O prazo final para o envio de resumos aos coeditores é 15 de novembro de 2014.
Notificações de aceitação serão enviadas até 30 de novembro de 2014.
O prazo para a submissão de trabalhos completos é fevereiro de 2015.
 
African and Black Diaspora: An International Journal
Edição Especial, “Afro-Brazilian Citizenship and the Politics of History”

 
Editores do dossier:
Merle L. Bowen, University of Illinois
Sean T. Mitchell, Rutgers University-Newark
LaShandra Sullivan, Purdue University
 
DePaul Center for Black Diaspora
Mitch Edwards: African & Black Diaspora

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas