Sábado, 23 de Janeiro de 2021
Congressos

Os Desafios da Polícia na História Contemporânea | evento online

Início: Fim: Países: Espanha

História

Congresso Internacional
Os Desafios da Polícia na História Contemporânea
2, 3 e 4 de Dezembro de 2020

Evento online, aberto ao público e gratuito

Os interessados em assistir bastará que enviem um email solicitando o link a: congresohistoriapolicia@gmail.com

Consulte o programa em anexo

Apresentação

As forças policiais são um objecto de estudo fundamental para a História, assim como para outras áreas científicas. Desde logo, pela sua relação com o Estado, independentemente da época ou do regime político, mas também porque, em tempos de crise, breves ou de longa duração, a intervenção policial revela as tensões existentes entre a ordem estabelecida e as aspirações de mudança das sociedades.

Todos os regimes políticos contam com diversos mecanismos para gerir momentos de tensão, mas as polícias constituem, a este respeito, o rosto mais imediato, óbvio e, muitas vezes, controverso do Estado. Em contacto directo com a sociedade, cumpre-lhes manter a ordem e reprimir as práticas de delito. As características destes corpos de segurança não são alheias à época, área geográfica ou à natureza do regime político em que estão inseridas. Por isso, o estudo das doutrinas, da organização e da imagem pública das polícias, assim como do seu património material e imaterial, adquire uma importância fundamental para o aprofundamento do conhecimento de qualquer período.

Em Portugal e Espanha, a história policial constitui um tema de estudo relativamente recente, quando comparada com outros países. Porém, o caminho já percorrido sustenta a oportunidade da organização de um congresso dedicado a este objeto, a nível nacional, peninsular e mundial. Com este propósito, convidamos todos os investigadores especialistas no tema, independentemente da área científica, a apresentarem os seus trabalhos, a participarem na discussão sobre a História das polícias e a refletirem sobre os desafios que o futuro lhe reserva.

 

Comissão Científica

 

  • Fernando del Rey Reguillo (Universidad Complutense de Madrid)
  • Maria Fernanda Rollo (Instituto de História Contemporânea – NOVA FCSH)
  • Manuel Álvarez Tardío (Universidad Rey Juan Carlos)
  • Miguel Martorell Linares (Universidad Nacional de Educación a Distancia)
  • Diego Palacios Cerezales (Universidad Complutense de Madrid)
  • Pedro Marques Gomes (Instituto de História Contemporânea – NOVA FCSH)
  • Pilar Mera Costas (Universidad Nacional de Educación a Distancia)

Comissão Organizadora

  • Adolfo Cueto-Rodríguez (Instituto de História Contemporânea – NOVA FCSH)
  • Sergio Vaquero Martínez (Universidad Complutense de Madrid)

Promotores

  • Grupo de investigação «Élites, Identidades y Procesos Políticos en la Historia del Siglo XX». Departamento de Historia, Teorías y Geografía Políticas, Universidad Complutense de Madrid.
  • Projeto de investigação «Polícia de Segurança Pública: História e Património». Instituto de História Contemporânea, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa / Polícia de Segurança Pública (PSP).
  • Grupo de investigação «Memoria e Historia en el Mundo Contemporáneo». Departamento de Historia Social y del Pensamiento Político, Universidad Nacional de Educación a Distancia.
  • Projeto de investigação «La violencia política de 1936 y el 18 de julio como punto de ruptura. Un análisis micro” (HAR2015-65115-P). Financiado por el Ministerio de Ciencia e Innovación y el Fondo Europeo de Desarrollo Regional.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas