Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Congressos

12.ª Conferência Internacional da American Portuguese Studies Association — APSA

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Estados Unidos

Chamada para painéis, Chamada para trabalhos, Cultura, Estudos Luso-Afro-Brasileiros, Língua, Literatura

A Universidade Brigham Young (Provo, UT) receberá nos dias 24, 25 e 26 de setembro de 2020 a 12.ª Conferência Internacional da American Portuguese Studies Association — APSA. A data limite para apresentação de propostas de painéis e comunicações é dia 15 de dezembro de 2019.

Tema Presidencial: “A Imaginação Genealógica”

De que forma o estudo da literatura e da cultura revela, esconde, contesta, estabelece e confirma a genealogia? A investigação genealógica consiste na pesquisa de laços ocultos e conexões que vinculam e unem indivíduos, famílias e gerações. A genealogia é o estudo das origens. Expande-se vertical e horizontalmente. Os seus horizontes encolhem-se continuamente. O trabalho genealógico visa historicamente tratar as afirmações que o presente faz sobre o passado e vice-versa. A genealogia por vezes confirma a tradição e outras vezes desafia-a. Enquanto Nietzsche e, mais tarde, Foucault definem o enquadramento do pensamento genealógico nas humanidades (assim historiando concepções de poder, conhecimento, discurso e valores), foi talvez Deleuze quem mais claramente defendeu que uma genealogia crítica revela “a origem dos valores e o valor das origens”.

O posicionamento genealógico é também um gesto político. Numa época de cismas políticos e sociais, à medida que as divisões causadas por partidarismos e polarizações se aprofundam, a defesa de uma imaginação genealógica é tanto um ato de resistência como, potencialmente, de cura. A identificação de vínculos (sejam estes laços genéticos ou afetivos) pode desestabilizar estruturas de poder dominantes e dar voz a comunidades alternativas, marginalizadas e virtuais.

Convidamos ao envio de propostas de painéis e apresentações individuais nas áreas das humanidades, ciências sociais, e artes (incluindo língua, linguística, literatura, cinema, música popular, mídia, história, antropologia) que explorem a imaginação genealógica no campo dos estudos luso-afro-brasileiros.

Além do tema presidencial, a APSA incentiva o envio de propostas de apresentações em todas as áreas da cultura, língua e estudos literários luso-afro-brasileiros.

As apresentações podem ser em português ou inglês, tendo como foco o Brasil, Portugal, África e Ásia lusófonas, e/ou suas diásporas. As comunicações e mesas em estudos comparados são bem-vindas, incluindo diferentes culturas lusófonas, outros blocos linguísticos (espanhol, crioulos de base lexical portuguesa, inglês, francês), outras regiões do globo, bem como diferentes períodos históricos.

Mais informações: https://apsa.us/apsa-2020/

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas