Terça-feira, 02 de Junho de 2020
Publicações

Chamada para publicação da Revista Abatirá (Uneb): "Ensino de História da África"

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para artigos, Estudos Africanos

Ensino de História da África: possibilidades e estratégias

Org.

  • Prof. Dr. Itamar Freitas (UFS)
  • Profa. Dra. Margarida Maria Dias Oliveira (UFRN)
  • Profa. Dra. Patrícia Godinho Gomes (UFBA)

Discursos que depreciam os africanos e o Continente Africano com representações acríticas e colonizadas são frequentes na mídia. Segundo Anderson Oliva (2007), tais práticas são multisseculares. Nos últimos 150 anos, contudo, elas migraram para livros didáticos e os bancos escolares brasileiros. Para Munanga (1993), políticos, intelectuais ocidentais compreendem a África como um espaço de conflitos étnicos, assassinatos de crianças dentre outros “acidentes”. Essas constatações nos estimulam submeter, permanentemente, esses modos de ver a África e os africanos que circulam na sociedade brasileira. Após 2003, com a promulgação da lei 10639 uma extensa literatura foi produzida no Brasil sobre História da África e o seu ensino. Esse momento foi fruto de lutas do movimento negro e de intelectuais. Outro impacto nas produções sobre a temática é proclamação da Década Internacional dos afrodescendentes na Assembleia Geral da ONU. Entre 2015 a 2024, as Nações Unidas estarão envolvidas nesse plano de trabalho e dentre os objetivos está o de promover um maior conhecimento e respeito pelo patrimônio diverso, a cultura e a contribuição de afrodescendentes para o desenvolvimento das sociedades. E as comunidades internacionais e regionais precisam dentre outros aspectos difundir a Declaração e Programa de Ação de Durban e a Convenção Internacional sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial, bem como preservar a memória histórica dos afrodescendentes. Esse aspecto também contribui para a constituição de um maior acervo da literatura, bem como nos coloca a responsabilidade de contribuir na construção e divulgação das pesquisas de e sobre os africanos e os seus descendentes.  Como também contribuir com o ensino da História da África e dos seus descendentes.  O dossiê recebe artigos que, de modo propositivo, problematizem a temática do ensino de História da África e dos africanos em suportes utilizados como recurso pedagógico, a exemplo de livros didáticos, filmes, literatura de ficção e canções.

 

Referências Citadas:

MUNANGA, Kabengele. África: trinta anos de processo de independência. Revista USP, Dossiê 18, 1993.

OLIVA, Anderson. Lições sobre a África: Diálogos entre as representações dos africanos no Imaginário Ocidental e as abordagens da História da África nos manuais escolares em Angola, Brasil e Portugal. Tese de doutorado. Brasília, UNB, 2007.

 

O envio dos trabalhos deverá ser feito por meio do sítio eletrônico da revista: https://www.revistas.uneb.br/index.php/abatira/index

Diretrizes aos Autores, conforme as normas de publicação da revista encontram-se em https://www.revistas.uneb.br/index.php/abatira/about/submissions#authorGuidelines

Dúvidas podem ser encaminhadas para abatira@uneb.br

Textos devem ser submetidos à Revista até 31 de maio de 2020.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas