Domingo, 18 de Abril de 2021
Publicações

Chamada para publicação do Caderno Seminal para dossiê: Escrita de mulheres

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para artigos, Literatura, Mulheres

Chamada para publicação 2021 - Caderno Seminal – Estudos de Literatura

Dossiê: Escrita de Mulheres

Submissão até 7 de março de 2021

Organização:
Cleide Antonia Rapucci (UNESP-Assis)
Flavio García (UERJ-Maracanã)
Shirley Carreira (UERJ-São Gonçalo)

Por muito tempo, na nossa sociedade ocidental, a escrita da mulher foi interdita ou se viu relegada ao âmbito do privado. Só lhe era permitido escrever cartas e diários. Apenas mais adiante, pode se aventurar na poesia, e, posteriormente, lhe deixaram avançar na prosa romanesca. Estudiosos da lírica medieval galaico-portuguesa sugerem que houvesse núcleos femininos de produção nas sociedades celtas, o que explicaria uma possível origem das cantigas de amigo. O surgimento da lírica religiosa, opondo Ave à Eva, teria sido uma resposta a essa liberdade e força das mulheres. A partir do século XIX, elas reivindicaram, mais nitidamente, seus direitos de expressão e demonstraram sua força imaginativa. Mas foi somente no século XX que as relações de poder, calcadas exclusivamente no patriarcalismo e na primazia social masculina, acabaram por ser postas em xeque. O território masculino se viu confrontado e ameaçado pela invasão da voz autoral feminina, o que proporcionou a interrogação de estereótipos legitimados ao longo dos anos. Entre muitas outras personalidades pelo mundo afora, Virginia Woolf e Simone de Beauvoir tiveram papel preponderante na compreensão das condições de produção da escrita de autoria feminina. Contudo, mesmo que se admita a existência daqueles núcleos de produção reunindo mulheres lá pela viragem do século XI, passados mil anos, ainda no século XXI, a voz feminina continua enfrentando obstáculos. Assim, na persistência para perpassar essas barreiras, este dossiê visa à seleção de artigos sobre a escrita de autoria feminina em geral, abordando obras de diferentes contextos de produção, leituras interseccionais, reflexões críticas, diálogos multi, inter e transdisciplinares que se centrem nessas questões.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas