Segunda-feira, 19 de Abril de 2021
Publicações

Chamada de artigos V!RUS 22: Latinoamérica: você está aqui!

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Arquitetura, Chamada para artigos, Ciências Humanas e Sociais, Estudos Latino-Americanos, Urbanismo

Chamada de trabalhos

 
Esta chamada da revista V!RUS visa reunir ao menos três categorias de trabalhos acadêmicos: 1] aqueles produzidos em países da América Latina, mas não necessariamente sobre temas regionais; 2] aqueles que têm o continente como tema, e focalizam questões relativas às suas cidades e culturas; e 3] trabalhos que discutem aspectos, processos, dinâmicas de lugares situados geograficamente em um dos vinte países independentes das Américas Central, do Sul e Caribe, cujo idioma oficial deriva das línguas românicas português, espanhol ou francês. Buscamos artigos científicos e ensaios críticos que, situando-se em uma das categorias acima mencionadas, estudem e problematizem a produção das cidades e da arquitetura, as dinâmicas da vida urbana e questões culturais.
 
Abrigando uma população de mais de 600 milhões de pessoas, das quais cerca de 78% vivem em cidades, esses países exibem grandes disparidades internas e entre si. Ao mesmo tempo, também compartilham uma história de colonialidades que, de muitas formas, estende-se até o presente, e também têm em comum a compreensão de cidade latinoamericana como um construto sócio cultural, como propõe Adrián Gorelik. Ciente da imensa riqueza e diversidade de trabalhos científicos produzidos no continente, esta chamada endereça-se também a estudiosos de outros países que têm se dedicado a temas latinoamericanos ou relativos ao Sul Global.
 
A vigésima segunda edição da V!RUS espera, por um lado, dispor lado a lado estudos com variadas perspectivas sobre a produção das cidades na América Latina, seus edifícios, as dinâmicas da vida urbana, e as culturas latinoamericanas, de maneira a fazer emergir questões transversais, renovar compreensões metodológicas, identificar singularidades, evidenciar questões atuais, propor novas articulações teóricas e ressignificar nossa compreensão do continente. Quer, além disso, reunir um conjunto de pesquisas que possam contribuir para reflexões e ações sobre o Sul Global e, em particular, o continente latinoamericano. Os trabalhos não precisam necessariamente abordar temas específicos da América Latina, mas pede-se que os autores estabeleçam um diálogo entre suas pesquisas e reflexões e o contexto latinoamericano.
 
Interessam-nos trabalhos que abordem o tema de forma crítica e fundamentada, produzidos em diferentes áreas de conhecimento, em especial arquitetura, urbanismo, arte, cinema, design, ciências sociais, ciências ambientais e políticas, antropologia, estudos culturais, história, geografia, entre outros, tratando, particularmente – mas não apenas –, dos seguintes tópicos:
 
  • A pesquisa em Humanidades na ou sobre a América Latina: revisão de conceitos e categorias analíticas, ampliação do campo, métodos e procedimentos, o papel do pesquisador, sentido de pertencimento e a consciência do lugar
  • Culturas, diversidade e minorias: identidade de gênero, identidade étnica, multiculturalidade, povos originários
  • Tecnopolíticas: big data, privacidade, uso de dados, Inteligência Artificial, aplicativos de segurança e de controle
  • Participação política: movimentos sociais, ciberativismo, ciberespaço e cena pública, processos decisórios públicos, agendas e conquistas
  • Polaridades e questões sócio-políticas: revisões e retrocessos na construção do comum, discursos de ódio, redes sociais
  • Fake news e a noção de verdade: manipulação de informação de interesse público, moderação e monitoramento, atitudes em relação ao conhecimento científico
  • Gestão pública, transparência e governança, políticas públicas urbanas, a cidade latinoamericana como categoria analítica
  • Diálogos internacionais: cooperação bi ou multilateral, fronteiras em comum, aspectos jurídicos, conceitos e conflitos, latinoamérica e a (nova) ordem mundial
  • América Latina e a pandemia de Covid-19: sociedade, dinâmicas urbanas, questões culturais, precariedade laboral
  • América Latina e soberania: ingerências externas, extrativismo internacional de recursos naturais e dados pessoais, processos históricos de envio de riquezas do Sul em direção ao Norte do planeta
  • Referenciais teóricos, metateorias, pensamento sistêmico, complexidade, cibernética, ecologia da comunicação, transdisciplinaridade
  • A questão da habitação: modalidades habitacionais, projeto e produção, ocupações e luta por moradia, financeirização, programas nacionais de HIS
  • Teletrabalho: referências históricas, arcabouço técnico, ambiente doméstico, pandemia e precarização
  • Audiovisual, documentação e leituras urbanas: explorações, experimentações, representações, ensino e fundamentação teórica
  • Produção artística e meios digitais: história, contemporaneidade, projetos, exame crítico
  • Memória e patrimônio: documentação, difusão, projetos especiais, preservação, recuperação de técnicas construtivas e saberes populares
  • As noções de design nacional e regional: pesquisa, produção, inovações, explorações
  • Cartografias digitais e representações da cidade: registros e omissões, propriedade e controle dos mapeamentos contemporâneos, plataformas GIS, CIM
  • Processos de projeto em arquitetura, urbanismo e design, BIM e a colaboração mediada, design paramétrico
  • Modelagem física, modelagem paramétrica, fabricação digital, processos de projeto e produção à distância
  • Processos de ensino e aprendizagem via Internet: conceitos, metodologias, práticas inovadoras, espaços de aprendizagem, o papel do professor
  • Extensão universitária: projetos presenciais com comunidades, lives, webinars e a quem se destinam, balanço preliminar
  • Projetos universidade-comunidade e construção do comum: ações participativas comunitárias, tecnologias sociais digitais, ações cidadãs bottom-up
 
Além de textos e imagens estáticas, são bem-vindos ensaios fotográficos, vídeos, filmes curtos, animações e gifs, peças sonoras, musicais e depoimentos em arquivos de áudio, projetos de instalações artísticas e de arquitetura, urbanismo e design acompanhados de reflexão crítica e fundamentada teoricamente sobre sua concepção, apresentações de slides e outras linguagens digitais, considerando o interesse do Nomads.usp em explorar usos de meios digitais para divulgação científica via Internet.
As contribuições serão recebidas em português, inglês ou espanhol através do website da revista até o dia 7 de março de 2021, segundo as diretrizes para autores, disponíveis em www.nomads.usp.br/virus/submissions.
 
Datas importantes
  • Dezembro de 2020: Primeira chamada de trabalhos
  • Fevereiro de 2021: Segunda chamada de trabalhos
  • 7 de março: Data limite para recebimento de submissões
  • A partir de 12 de abril: Informação aos autores sobre aceite e solicitação de adequações
  • 24 de maio: Data limite para recebimento das adequações dos autores
  • 6 de junho: Data limite para recebimento da versão traduzida do artigo
  • Julho de 2021: Lançamento da V!RUS 22

A revista V!RUS é uma publicação semestral do Nomads.usp - Núcleo de Estudos de Habitares Interativos, do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo, Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, Brasil, com classificação QUALIS A2, em uma escala de A1 a B5. A revista é acessada de cerca de 400 cidades em mais de 60 países. 

A revista V!RUS visa apenas comunicação acadêmica sem interesse comercial, e está licenciada sob a licença CC BY-NC-SA. Tanto os serviços de avaliação e editoração quanto o acesso a todo o conteúdo publicado são gratuitos.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas