Quarta-feira, 16 de Junho de 2021
Publicações

Chamada E-Cadernos CES: "Periferias urbanas"

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Portugal

Chamada para artigos, Ciências Sociais

Periferias urbanas: transformações e ressignificações

 

Organização: Alex Magalhães, Tatiana Moura

Prazo para envio dos artigos: 15 de abril de 2021

Palavras-chave: periferia, bairro autoproduzido, segregação socioespacial, ordenamento territorial.

 

o número 36 da e-cadernos CES pretende recolher contributos de estudiosos/as, investigadores/as e intelectuais orgânicos das próprias periferias, que se ocupem das análises desse fenômeno em suas múltiplas dimensões – territoriais, sociais, econômicas, culturais, jurídicas, institucionais etc. – e de seu lugar nas políticas públicas.

Partimos do diálogo entre a natureza socioespacial e as metodologias de investigação empírica “com” e “nas” periferias, a fim de chegar a um olhar crítico a respeito das possibilidades de ação, no marco da radicalização democrática e da emancipação frente às múltiplas formas de opressão.

  • 3 Swyngedouw, Erik (2004), “Globalisation or ‘glocalisation’? Networks, territories and rescaling”, R (...)

Apelando a contributos das áreas do Direito, Planejamento Territorial, Sociologia, Antropologia, Arte, Geografia, Economia, Educação e Epistemologia, o eixo central desse número se volta a uma revisita à questão – e, logo, ao conceito – de periferias, com um especial enfoque para a escala urbana, porém sem desprezar as interescalaridades3 inerentes ao fenômeno em questão. Este será abordado sob o recorte de suas transformações recentes, agrupadas nos seguintes eixos analíticos:

  1. de natureza socioespacial;

  2. de natureza identitária e simbólica;

  3. de natureza conceitual e metodológica.

Com base nesses eixos, busca-se reunir debates como:

  • os processos de produção e de invenção de periferias;

  • a análise de casos que recuperem a fala e as vozes periféricas, além da emergência de novos sujeitos coletivos;

  • as dimensões socioculturais que cercam as periferias, tais como a história do lugar, as expressões artísticas, a produção de linguagens, as formas de resistência e de recriação do lugar;

  • as estruturas regulatórias internas emergentes no âmbito delas, que se traduzem em códigos normativos próprios, instituições de gestão territorial e de administração de conflitos, compondo a sua dimensão sociojurídica;

  • as formas e práticas pelas quais o Estado intervém nas periferias, visando transformá-las, e, no âmago disso, seus pressupostos, seus objetivos e seus resultados;

  • as dinâmicas de expulsão, gentrificação, marginalização e/ou invisibilização das periferias, ou de (re)criação de espacialidades marginais e outras correlacionadas;

  • a problematização do conceito de periferia, da nomeação dos lugares desta forma e dos ‘modismos’ que podem cercar esse uso;

  • as questões metodológicas e políticas envolvidas no ato de pesquisar as periferias (ou “nas” periferias, ou “com” as periferias, etc.).

Esta proposta de número especial decorre da realização do Colóquio “Periferias e suas transformações recentes”, que decorreu de fevereiro a abril de 2019, no Centro de Estudos Sociais e contou com cinco sessões. Nestas foram apresentados e debatidos 29 trabalhos, de autoria de 36 investigadores/as, com apreciável diversidade de perspectivas teóricas, políticas, metodológicas e epistemológicas.

Assim, no presente convite à apresentação de textos para um número temático da e-cadernos CES, são especialmente bem-vindos os trabalhos oriundos das investigações e experiências apresentadas nas cinco sessões do aludido Colóquio, além de artigos e recensões/resenhas exteriores ao evento, que desenvolvam estudos e pesquisas sobre os debates acima indicados.

As recensões/resenhas poderão versar sobre livros, filmes, músicas, peças de teatro, performances artísticas, exposições ou séries de televisão antigas e recentes.

Mais informações: https://journals.openedition.org/eces/5361


A e-cadernos CES é uma publicação online, com acesso livre, que se baseia num sistema de avaliação por pares e é editada pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (Portugal). Integra atualmente as seguintes bases de indexação: CAPES, DOAJ, EBSCO, ERIH Plus e Latindex. Para mais informações sobre a publicação consulte: https://journals.openedition.org/eces.

Todos os textos devem ser originais e submetidos na sua versão completa, em língua portuguesa, inglesa, francesa ou castelhana. Podem ter até 60 mil caracteres no máximo (com espaços), incluindo notas e referências bibliográficas. Para a secção final @cetera, podem ser apresentados outros textos (até 35 mil caracteres), entrevistas e debates (até 25 mil caracteres) ou recensões críticas inéditas (máximo 5 mil caracteres).

As normas detalhadas para submissão dos textos estão disponíveis em https://journals.openedition.org/eces/804. As mensagens devem ser enviadas para e-cadernos@ces.uc.pt e indicar explicitamente que se referem ao número temático em questão – “Cidadania em perigo”.

Todos os contributos estarão sujeitos a um processo de arbitragem científica.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas