Sábado, 06 de Junho de 2020
Publicações

Chamada da Revista Boitatá para o n. 29: Materiais orais: documentação, processamento e análise

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para artigos, História oral, Literatura

A Revista Boitatá (ISSN: 1980-4504), Revista do GT de Literatura Oral e Popular da Anpoll, divulga a chamada de trabalhos para o número 29, subordinado ao tema Materiais orais: documentação, processamento e análise.

Prazo de submissão: até dia 14/05

Editores: 

  • Prof. Dr. Alexandre Ranieri

  • Prof. Dr. Frederico Fernandes

Editora Técnica:

  • Profa. Dra. Andrea Betânia

Organizadoras:

  • Profª Drª Berenice Araceli Granados Vázquez (ENES-MORELIA/LANMO/UNAM)

  • Profª Doutoranda Marline Araújo (IFBAIANO- Santa Inês / UFBA)

  • Profª Drª Mauren Pavão Przybylski da Hora Vidal ( IFBAIANO – Santa Inês / LANMO)

Os materiais orais podem ser definidos como “ todas aquelas produções de discurso que geram atos comunicativos em que estão presentes o emissor e o receptor em um mesmo espaço-tempo e as quais tem como suporte a voz, o corpo e a memória. O significado  destes materiais de natureza efêmera depende não só das emissões linguísticas, mas também da interação entre o verbal, o não-verbal e os fatores contextuais” (www.lanmo.unam.mx).  Muitas áreas do conhecimento tem utilizado esta fonte complexa de informação como matéria prima para suas investigações. Em nossas conversas cotidianas, no que contamos, no que cantamos e na maneira pela qual fazemos estão codificadas as chaves culturais para entender dinâmicas sociais, formas de comunicação, estruturas de pensamento, conformação de saberes locais, práticas tradicionais, manifestações artísticas e, inclusive, uma boa parte do modo como percebemos o mundo, a partir de uma perspectiva cientifica. Devido à sua natureza efêmera e dispersa, as investigações que os utilizam sempre enfrentaram limitações importantes para seu registro e manuseio. 

Assim, o número 29 da Revista Boitatá  receberá artigos que abordem formas  metodológicas de tratamento de materiais orais em sua documentação, processamento ou análise.  Textos que tratem sobre o processo de gestão e registro de informação no trabalho de campo, sistematização e resguardo de materiais orais, apresentação de repositórios,  catálogos e coleções de materiais orais, assim como modelos analíticos que procurem explicar uma realidade a partir destes, também serão objeto de interesse desta publicação .

Palavras-chave:  Processamento de materiais orais; sistematização; registro; análise

Normas e maiores informações no site da Revista Boitatá.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas