Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
Investigação/projetos

Projeto INTIMATE lança site oficial

Países: Portugal, Itália, Espanha

Ciências Sociais

As iniciativas deste projeto de investigação, coordenado por Ana Cristina Santos, podem agora ser consultadas no seu site (em breve também em espanhol e italiano).
 
INTIMATE – Cidadania, Cuidado e Escolha: A Micropolítica da Intimidade na Europa do Sul teve início no Centro de Estudos Sociais em Março de 2014. Trata-se do primeiro estudo aprofundado sobre cidadania íntima na Europa do Sul, financiado pelo European Research Council, que será desenvolvido durante 5 anos por uma equipa interdisciplinar composta por investigadoras e investigadores de Espanha, Itália e Portugal, sob coordenação de Ana Cristina Santos.
 
Instigado pela demanda sociológica central de conhecer processos de transformação e, em simultâneo, analisar o modo como o reportório legislativo se adequa às vivências e expectativas dos indivíduos na sua vida pessoal (ou se, pelo contrário, as condicionam), este projeto irá estudar a intimidade a partir da perspetiva de pessoas recorrentemente nas margens das prioridades políticas, jurídicas e sociais na Europa do Sul (Espanha, Itália e Portugal): pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgénero.
 
O INTIMATE assenta em 3 eixos: Eixo 1 – a micropolítica da conjugalidade; Eixo 2 – a micropolítica da parentalidade; e Eixo 3 – a micropolítica da amizade. Serão realizados 6 estudos comparativos, de caráter qualitativo, em Espanha, Itália e Portugal sobre conjugalidade lésbica, poliamor, procriação medicamente assistida e ‘barrigas de aluguer’, atribuição de nome a criança, redes de cuidado entre pessoas transgénero e coabitação entre amigos/as em idade adulta.
 
Os resultados do projeto serão divulgados em publicações internacionais e nacionais, de foro académico e não só, em conferências temáticas anuais e seminários participativos, em escolas de verão, estágios e outras atividades de extensão, em recomendações a decisores/as políticos/as e em relatórios para os meios de comunicação social, entre outros recursos. Muitos destes produtos irão sendo disponibilizados para consulta no website.
 
A que nos referimos quando falamos em intimidade?
A noção de intimidade funciona neste projeto enquanto enquadramento conceptual global, referindo-se a relações pessoais e relacionamentos de bem-estar, como por exemplo relações de conjugalidade, sexualidade, parentalidade, amizade e cuidado. Assim, para estudar a intimidade, selecionámos três dimensões analíticas – conjugalidade, parentalidade e amizade –, por se considerar serem centrais na construção de biografias íntimas para diferentes identidades, origens e contextos geográficos. A ideia de “relação pura” (Giddens, 1992) será assim testada por estas três diferentes, mas interligadas, dimensões de intimidade.
 
A que nos referimos quando falamos em micropolítica?
A ideia de micropolítica permite um enfoque analítico duplo, considerando vivências e expectativas quotidianas (dimensão biográfica) delimitadas por um quadro legislativo e de políticas sociais alargado (dimensão sociojurídica).
 
Site do projeto: http://www.ces.uc.pt/intimate/index.php?id_lingua=1
Redes sociais: https://www.facebook.com/ces.intimate
 
CES/Coimbra

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas