Sábado, 31 de Outubro de 2020
Financiamento/bolsas/emprego

CES Contrato de Assistente de Investigação (Economia) | Fronteiras de Vidro

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Portugal

Ciências Sociais, Economia, Emprego

O Centro de Estudos Sociais (CES) - Laboratório Associado - da Universidade de Coimbra, tem aberto um concurso para a contratação de um/a Assistente de Investigação (mestrado) no âmbito do projeto “Fronteiras de Vidro – Custos e fatores da segregação profissional e educativa para homens e mulheres”, financiado pelo Programa Conciliação e Igualdade de Género do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu 2014-2021, gerido pela CIG-Comissão para a Igualdade de Género, e coordenado pela Doutora Lina Coelho (https://ces.uc.pt/pt/ces/pessoas/investigadoras-es/lina-coelho).

O CES proporciona um ambiente de investigação intelectualmente estimulante nas áreas das ciências sociais e humanidades. O projeto Fronteiras de Vidro será desenvolvido no âmbito do núcleo de investigação em Economia, Ciência e Sociedade (NECES), que desenvolve investigação sobre “os mecanismos geradores de crises nos capitalismos e os correspondentes padrões de insustentabilidade e desigualdades, propondo soluções de política e mudanças institucionais capazes de conciliar objetivos como o pleno emprego, a justiça social e a sustentabilidade ambiental”.

Área Científica: Ciências Sociais

a) Descrição do projeto:

O estudo propõe-se fazer uma abordagem integrada das várias vertentes dos impactos da segregação do mercado de trabalho e das escolhas vocacionais nas desigualdades económicas entre mulheres e homens. Pretende-se que os resultados fundamentem propostas de intervenção dirigidas à atenuação dos custos económicos e sociais do fenómeno da segregação em função do sexo. O projeto conta com uma parceria do CES com 3 entidades nacionais e internacionais, com perfis distintos: o Institute for Social Research (Oslo), com um perfil académico; a CH Consulting Business, uma empresa prestadora de serviços especializados de consultadoria a entidades públicas e privadas, com um perfil mais aplicado e interventivo; e a Nova Ágora, uma instituição que opera no campo da formação de docentes dos ensinos básico e secundário.

Duração do projeto: 18 meses

b) Critério de admissão obrigatório:

- Detentores/as de um diploma de mestrado em Ciências Sociais.

Candidatos/as com diploma emitido por uma instituição estrangeira devem apresentar os comprovativos do reconhecimento do grau académico em Portugal, nos termos do Decreto-Lei nº. 66/2018, caso seja o/a candidato/a selecionado/a. Em caso de seleção, devem os/as candidatos/as apresentar os graus reconhecidos nos termos do Decreto-Lei nº 66/2018, de 16 de Agosto no prazo máximo de 30 dias contados a partir da data da comunicação dos resultados finais, sob pena de não se concretizar o contrato.

c) Critérios preferenciais, com a respetiva ponderação:

  1. Mestrado em Economia, Econometria, Métodos Quantitativos em Economia, Gestão ou outras Ciências Sociais relevantes para o projeto (15%);
  2. Experiência de utilização de análise estatística e/ou econométrica aplicada a bases de dados quantitativos (30%);
  3. Experiência de utilização de software de análise quantitativa (Stata, SPSS) (25%);
  4. Domínio das línguas portuguesa e inglesa (10%);
  5. Iniciativa, autonomia e disponibilidade para deslocações nacionais e internacionais (10%);
  6. Interesse na área temática do projeto (10%).

Período de apresentação de candidaturas: 29 de setembro a 13 de outubro de 2020

Consulte o edital completo no portal Eracareers.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas