Sábado, 24 de Agosto de 2019
Congressos

Archives, History, and Memory from the Age of Revolution until the First World War International Congress

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Portugal

Arquivos, Chamada para trabalhos, Ciências da Informação e Documentação, História

Arquivos, História e Memória, da Era da Revoluções à Primeira Grande Guerra
Congresso internacional
Lisboa, Arquivo Nacional da Torre do Tombo, 7 e 8 de Abril de 2020

Promovido pelo Instituto de História Contemporânea (IHC, NOVA FCSH), em colaboração com o Instituto de Estudos Medievais (IEM, NOVA FCSH) e o Arquivo Nacional da Torre do Tombo (ANTT)

 

Contexto histórico

No longo século XIX verificam-se quatro processos históricos de grande relevância: a modernização do Estado, a construção dos estados-nações, a independência das colónias europeias da América e a colonização da África e da Ásia.  A modernização do Estado envolve o aumento da sua dimensão e do seu peso na economia e na sociedade, o alargamento das suas funções, a burocratização do seu aparelho administrativo e uma lenta democratização. Deste processo fazem parte a redução ou extinção dos poderes concorrentes, sejam eles da Igreja ou dos aristocratas. O Estado vai também ser o instrumento de consagração da propriedade privada, da livre iniciativa e, progressivamente, da liberdade de associação dos cidadãos. O Estado modernizado favorece e apoia ainda, de diversas formas, a construção do estado-nação.

Todo este processo dá origem a uma nova paisagem informacional e arquivística, em torno da qual se passarão a organizar a conservação da prova administrativa e a narrativa da história nacional. As transformações enunciadas não se limitam às metrópoles europeias, antes servem de modelo aos antigos territórios coloniais do continente americano. Nos novos estados, independentes, estes processos enfrentam os desafios da integração de povos de origem diversa e dos distintos estatutos sociais dos seus habitantes. Apesar de tudo, nestes territórios e bem assim nas metrópoles, largos sectores da população escapam às redes que o Estado vai tecendo e só palidamente estão reflectidos na documentação por ele produzida.

Objectivos, âmbito cronológico e geográfico

O congresso que ora se propõe tem como objectivo abrir um debate sobre estes processos, convocando, entre outras, áreas científicas da História, como a História dos Arquivos e da Informação, que, pelo seu desenvolvimento recente, têm sido menos consideradas. Simultaneamente, este congresso procura acolher os contributos de outras Ciências Sociais e Humanas, entre as quais a novel Ciência Arquivística/Ciência da Informação. O congresso está inserido no programa do Instituto de História Contemporânea do bicentenário da revolução liberal portuguesa de 1820, que representa um importante momento de viragem em relação aos processos acima descritos, no que a Portugal e às suas colónias diz respeito. Todavia, o colóquio está aberto à análise de um tempo longo, dos finais do século XVIII a começos do século XX, considerando as diferentes cronologias dos processos de desenvolvimento institucional, não só em Portugal e no seu Império, como noutros estados europeus e noutros espaços coloniais.

Submissão de propostas

As propostas serão submetidas electronicamente através do formulário disponível no sítio do congresso (http://r1820.pt/congresso-arquivos) até ao dia 13 de Setembro de 2019, numa das seguintes línguas: português, inglês, francês ou espanhol. A notificação da aceitação das propostas será enviada por e-mail até ao dia 28 de Outubro.


Archives, History, and Memory, from the Age of Revolution until the First World War
International Congress
Lisboa, Portugal
Arquivo Nacional da Torre do Tombo
7-8 April, 2020

Historical context

The long nineteenth century witnessed four major historical processes of the utmost significance: the modernisation of the state, nation-state building, the independence of the American colonies from Europe, and the colonisation of the African and Asian continents. The modernizing of the state entailed its growth and bearing on the economy and society, the widening of the state’s role, the “bureaucratization” of its administrative apparatus, and protracted democratisation. Along came the reduction or removal of competing powers, namely the church and aristocracy. The state also became a vehicle for the enshrinement of private property, free enterprise and, increasingly, the freedom of association among citizens. In addition, the modernised state would favour and support nation-state building in a number of ways.

All of this gave rise to a fresh backdrop for information and archives, around which the conservation of administrative proof and the narrative of national history would be structured. Transformations were not confined to the European metropolises, rather these served as a model also for the former colonial territories in the Americas. In the now-independent states, these processes were challenged with integrating diverse peoples and the very different social backgrounds of their inhabitants.Regardless, in the metropolises and the former colonies alike, large sectors of the population escaped state networks and were reflected but dimly in the documentation that the state produced.

Objectives and geographical and time spans

The aim of this congress is to bring forward debate on these processes by calling up scientific areas within history which, due to their recent development — namely the history of archives and information — are yet to be fully taken on board. At the same time, this congress seeks to make sense of the contributions from other social and human sciences, amongst which the new fields of archival and information science. The congress is part of the Instituto de História Contemporânea’s agenda for the bicentennial of the Portuguese liberal revolution of 1820 which represented an important turning point in relation to the processes mentioned above, regarding Portugal and its colonies. However, the meeting sets out to analyze a long time frame, spanning from the end of the eighteenth century to the beginning of the twentieth century, considering the different rhythms of the processes of institutional development, in Portugal and its empire as much as in other European states and their colonial spaces.

Submission of proposals

Proposals must be submitted electronically using the form available at the congress website (http://r1820.pt/congress-archives), by 13 September 2019 in one of the following languages: Portuguese, English, French or Spanish. Notification of acceptance will be sent no later than 28 October.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas