Domingo, 04 de Dezembro de 2022
Publicações

Chamada revista Mosaico: "Tradições Populares nos Brasis"

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para artigos, Ciências Humanas e Sociais, Estudos Latino-Americanos

A Revista MOSAICO dedica sua próxima edição às Tradições Populares dos vários "Brasis", suas impressões e representações, propondo uma reflexão especial e, por que não dizer, repleta de significado.

Pindorama, Ilha de Vera Cruz, Terra Nova, Terra dos Papagaios, Terra de Vera Cruz, Terra de Santa Cruz; Terra Santa Cruz do Brasil, Terra do Brasil, e finalmente Brasil. Sim, ao longo de cinco séculos foram muitas desinências de Brasil em um processo de evolução sócio-histórico-cultural ininterrupto. Desta forma, muitos “Brasis” se apresentam para pesquisa, encontrados em uma identidade fluida, que se une e se distingue a partir de festas, culinária, saberes, rezas, músicas, sotaques, medicinas, ritmos e cores. Adentro das Tradições Populares dos “Brasis”, do Brasil Brasileiro, o periódico apresenta uma abordagem que tenta dar voz à síntese da influência dos vários povos e etnias que formaram a brasilidade e seus meandros.

O Dossiê da 23ª edição pretende revelar o que há dentro do coração de nosso país e abordar a diversidade de nossa população, suas lutas, anseios, vitórias, derrotas, sorrisos, lágrimas e esperanças, ressaltando o que se tem de melhor. Somos capazes de olhar um país gigante, que se caracteriza por um povo miscigenado e multicultural, vivendo realidades díspares de norte a sul? Faz-se necessário o adensamento e a compreensão da dimensão, surpreendente e ao mesmo tempo desconhecida, do tamanho deste país sob o aspecto da diversidade de sua história, sua etnografia, dos seus costumes, de toda cultura e tantos outros elementos que compõem os mais variados “Brasis”.

Os estudos sobre a nossa identidade se mostram cada vez mais porosos a outros saberes que se completam e dialogam. Problematizar a ideia das Tradições dos “Brasis” em suas várias facetas é substantivo, sob o ponto de vista do pensamento crítico, para traduzir o nosso país e a nossa gente. Nesse contexto, são relevantes as obras que traduzem o Brasil com suas virtudes e contradições que se entreolham. Um país continental que é capaz de abrigar um povo plural, construindo suas raízes culturais. Por isso, as discussões propostas envolvem a formação dos múltiplos vieses dos nossos traços identitários, buscando assinalar a ampliação do debate sobre os variados espaços de representações populares como experimento matriz de identificação, de resistência e até subversão à normatização. 

A grandeza e a pluralidade do Brasil vão muito além da extensão do seu território e da trivial máxima “Oiapoque ao Chuí”, estendendo-se à sua pluralidade e aos seus mais férteis diálogos multidisciplinares e harmônicos. Assim, estudiosos voltados a observar as práticas socioculturais do nosso país, estão contemplados nessa proposta, contribuindo com o fomento do diálogo com diferentes produtores de saberes nos seus respectivos campos de atuação. 

Alguns recortes sugeridos para abordagem:

  • Festas e eventos populares: carnaval, futebol, folia de reis, semana santa, congo, maracatu, dentre outros;

  • Lazer e tradições;

  • Música e ritmos;

  • Oralidade e sotaques;

  • Folclore;

  • Gastronomia regional;

  • Arte Brasileira e Cultura popular;

  • Bairrismo, lugares e territórios;

  • Patrimônios imateriais;

  • Ritos;

  • Mulheres e seus papéis: benzedeiras, parteiras, rezadeiras, dentre outros;

  • Memórias e identidades.

As submissões de artigos, notas de pesquisa, entrevistas, resenhas e produções artísticas visuais relacionadas com o Dossiê, assim como de artigos livres e notas de pesquisa com a orientação geral da MOSAICO, devem ser apresentadas até 06 de fevereiro de 2023, por meio do portal da revista, de acordo com as nossas REGRAS DE SUBMISSÃO (Submissões | Mosaico (fgv.br)).


Mosaico é uma publicação científica semestral do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais (PPHPBC) da Escola de Ciências Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV/CPDOC), com sede na cidade do Rio de Janeiro.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas