Segunda-feira, 10 de Maio de 2021
Publicações

Chamada de artigos sobre Publicação independente na África

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: África do Sul

Chamada para artigos, Estudos Africanos, Estudos Lusófonos, Publicações

Nos países africanos, editoras pequenas e independentes estão sob pressão crescente. O impacto das mudanças no mercado global, incluindo a crescente importância do espaço digital e as contínuas lutas econômicas intensificadas pelo bloqueio da Covid-19, combinaram-se com uma série de pressões e restrições para produzir um terreno cada vez mais incerto.

Apesar das histórias contadas e do papel crucial que muitas desempenharam no projeto de independência e na promoção da cultura africana, várias editoras locais alertaram para sua possível extinção. Na África do Sul, por exemplo, a célebre Lovedale Press foi forçada a emitir avisos severos sobre sua viabilidade futura. Portanto, em um momento tão crucial, é hora de refletir sobre a posição da publicação independente na África.

Convidamos propostas de artigos a serem publicados em uma coleção editada intitulada Independent Publishing in Africa. A coleção vai desde o período de independência até o presente e busca um esquema linear. Vai refletir sobre histórias complexas, se envolver com os desafios de hoje e explorar um futuro cada vez mais inovador. As questões a serem tratadas incluem, mas não estão limitadas a:

  • o papel da publicação na África como uma força cultural e social;
  • a influência da esfera política no conteúdo, na circulação e na crítica;
  • a natureza mutável das redes e circuitos dos editores;
  • novos desafios, as pressões do espaço digital e como eles moldaram o conteúdo;
  • a interação entre editores e outras formas de mídia alternativas;
  • bibliodiversidade e relação entre editoras independentes e editoras comerciais e / ou multinacionais;
  • publicação africana e descolonização do conhecimento.

A coleção busca engajar-se com publicações em todo o continente africano. No entanto, as propostas que dizem respeito à África Austral e à África Lusófona são particularmente bem-vindas. Também esperamos estabelecer um diálogo entre estudiosos da literatura, da história do livro, e editores e escritores.

Os resumos devem ser escritos em inglês e ter entre 350 e 500 palavras. Devem ser enviados, junto com cinco palavras-chave, para Tom Penfold (tpenfold@uj.ac.za) e Beth le Roux (beth.leroux@up.ac.za). O prazo para envio dos resumos é 31 de janeiro de 2021.

Os artigos finais, de até 8 000 palavras, deverão ser enviados até o final de junho de 2021.

Consulte a chamada original, em inglês, abaixo.

Fonte: usherbrooke.ca
 


Call for Papers: African independent publishing

In African countries, small and independent publishers are coming under increasing strain. The impact of changes in the global marketplace, including the increasing importance of the digital space and ongoing economic struggles intensified by the Covid-19 lockdown, have combined with a range of local pressures and constraints to produce an increasingly uncertain terrain. Despite their storied histories and the crucial role many played in the independence project and promoting African culture, several local presses have warned of their possible extinction. In South Africa, for example, the celebrated Lovedale Press was forced to issue stark warnings about its future viability. Therefore, at such a crucial juncture, the time is ripe to reflect on the position of independent publishing in Africa.

We invite proposals for papers to be published in an edited collection entitled Independent Publishing in Africa. The collection will span the independence period to the present and seeks a linear schematic. It will reflect on complex histories, engage with the challenges of today, and explore an increasingly innovative future. Issues to be engaged with include, but are not limited to:

  •  The role of publishing in Africa as a cultural and social force;
  • The influence of the political sphere on content, circulation and criticism;
  • The changing nature of publishers’ networks and circuits;
  • New challenges, the pressures of the digital space, and how these have shaped content;
  • The interaction between publishers and other, alternative media forms;
  • Bibliodiversity, and the relationship between independent publishers and commercial and/or multinational publishing houses;
  • African publishing and the decolonisation of knowledge.

The collection seeks to engage with publishing across the whole African continent. However, proposals that concern Southern Africa and Lusophone Africa are particularly welcome. We also hope to establish a conversation between literary scholars, book history academics, publishers, and writers.

Abstracts should be written in English and be between 350 and 500 words. They should be sent, along with five keywords, to Tom Penfold (tpenfold@uj.ac.za) and Beth le Roux (beth.leroux@up.ac.za). The deadline for abstracts is 31 January 2021.

Completed submissions should be no longer than 8000 words and will be required by the end of June 2021.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas