Quinta-feira, 30 de Junho de 2022
Publicações

Chamada da Revista de Estudios Brasileños n. 21 (2023): Estudos Sociais das Ciências no Brasil

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil, Espanha

Chamada para artigos, Ciências Sociais, Ensino, Estudos Brasileiros, Língua

Até 31 de outubro de 2022 está aberto  o prazo para submissão de originais para a “Seção Geral”, “Dossiê”, “Entrevistas” e “Resenhas” para o número 21 da REB, com data de publicação prevista para o segundo semestre de de 2023. Na “Seção Geral” serão admitidos trabalhos cujas temáticas se relacionem com alguma das três principais áreas de conhecimento da revista: Humanidades, Ciências Sociais e Jurídicas. Na seção de “Resenhas” serão admitidos textos sobre aqueles livros publicados até dois anos antes da data de publicação deste call for papers.

Dossiê “Estudos Sociais das Ciências no Brasil: pesquisas e abordagens

O objetivo deste dossiê é estimular discussões em torno de novas percepções e concepções sobre os estudos sociais de ciência e tecnologia no Brasil que compartilhem o objetivo de debater a história e a produção das ciências e das tecnologias nacionais. Trabalhos que consideram as afirmações e posições das ciências, entrelaçados aos processos sociais, compreendidos como ações coletivas, tem crescido no país. A contínua reconfiguração de entendimentos provenientes de uma epistemologia e de uma sociologia tradicionais, iniciada por autores europeus e norte-americanos entre os anos 1960 e 1970, implicaram no questionamento das certezas advindas do realismo, do racionalismo e do individualismo da ciência moderna ocidental. Esses questionamentos cabem no cenário brasileiro, na medida em que permitem ver as ciências e tecnologias em suas indeterminações, nuances e diferenças, sendo realizadas em locus específicos, fora dos espaços hegemônicos do poder econômico mundial, ou mesmo contribuindo para a criação de autoridade local e dela usufruindo.

O dossiê será aberto a contribuições de autores nacionais e estrangeiros, que abordem a história das ciências e das tecnologias no Brasil a partir das perspectivas conceituais e metodológicas dos estudos sociais das ciências e que tenham estes mesmos estudos como questão central, com análises históricas e contemporâneas, sobre casos específicos ou sobre o estado da arte em diferentes áreas do conhecimento, como na história, antropologia, sociologia, psicologia, ciências da comunicação e demais áreas de interesse.

Linhas temáticas

Sem deixar de reconhecer e valorizar a diversidade temática explorada no âmbito dos estudos sociais das ciências, os organizadores do dossiê destacam algumas linhas que podem ser acolhidas:

  1. Arquivos, história e memória das ciências;

  2. Estudos de gênero e estudos sociais das ciências;

  3. Estudos Sociais de Ciência e Tecnologia: aspectos teóricos e conceituais;

  4. Saúde, ciência e tecnologia;

  5. Meio ambiente, ciência e tecnologia;

  6. Saberes tradicionais e saberes científicos: circulações e apropriações; e

  7. Circulação e transnacionalização das ciências e das tecnologias.

Coordenação

Luiz Otávio Ferreira é doutor em História pela USP. Atualmente, é pesquisador titular do Departamento de História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz (COC; Fiocruz, Brasil).

Márcia Regina Barros da Silva é doutora em História e professora Livre Docente na área de História das Ciências e da Tecnologia na USP. Atualmente é coordenadora do programa de pós-graduação História Social da USP.

Paulo Elian dos Santos é doutor em História pela USP e pesquisador do Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz (COC, Fiocruz, Brasil). Atualmente, é líder do grupo de pesquisa “Acervos e memória da ciência e tecnologia em saúde”.

Fonte: CEBUSAL

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas