Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022
Investigação/projetos

Projeto de investigação promove literacia fílmica em escolas do norte de Portugal

Países: Portugal

Cinema

Projeto da Católica visa diminuir desigualdades sociais através do cinema ​

Educar e incluir, através da promoção de uma linguagem artística em torno do Cinema, é o objetivo do projeto INSERT do Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR) da Escola das Artes, da Universidade Católica no Porto. Será desenvolvido ao longo de 18 meses entre 2022 e 2023 e envolverá também investigadores do Centro de Investigação para o Desenvolvimento Humano (CEDH) da Faculdade de Educação e Psicologia, contando ainda com a Direção-Geral da Educação como parceira.

Coordenado por Pedro Alves, docente da Escola das Artes e investigador do CITAR, o projeto pretende desenhar, implementar, testar e disseminar uma metodologia teórico-prática de literacia fílmica e produção cinematográfica capaz de combater e ultrapassar as barreiras geográficas, culturais ou económicas que tantas regiões ainda hoje enfrentam.

Através do INSERT será desenvolvido um conjunto de recursos que orientarão professores e alunos no contacto e na experimentação em torno da sétima arte, devidamente contextualizados, apresentados e acompanhados pela equipa de investigação. A metodologia será testada em cinco escolas do Norte do país para depois poder ser disseminada numa escala mais global, quer nacional quer internacional.

Diminuir as desigualdades sociais através da promoção da literacia fílmica

Pedro Alves explica que a importância desta iniciativa para a comunidade educativa reside na possibilidade de se “diminuírem as desigualdades no acesso a diferentes oportunidades e estratégias de ensino ou aprendizagem”. Através do INSERT, um “projeto perfeitamente integrado e fundamentado em atuais estratégias nacionais e internacionais de literacia e pedagogia fílmicas”, procurar-se-á “fazer chegar a mais escolas, docentes e estudantes a oportunidade de contactar com o cinema”.

O projeto vem responder à necessidade contemporânea de flexibilidade e inclusão nas escolas, promovendo uma linguagem artística e uma estratégia de aprendizagem e ação que aproximará todos os intervenientes da comunidade escolar.

Uma ferramenta para todos

O que é que se pode esperar do projeto INSERT? Pedro Alves afirma que dentro de 18 meses se espera “ter testado e aprimorado devidamente uma metodologia de aprendizagem e experimentação cinematográficas que faça sentido disseminar num sentido amplo e aberto”.

Em 2023, prevê-se que o INSERT possa “ser uma ferramenta online de acesso aberto, cientificamente sólida e pedagogicamente rica, passível de ser utilizada em diferentes contextos, por diferentes intervenientes, com diferentes objetivos e abordagens”. 

Desenvolvido pelo Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR) da Escola das Artes, da Universidade Católica no Porto, o projeto de investigação INSERT é financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas