Domingo, 01 de Agosto de 2021
Congressos

VIII Colóquio Coleções de arte em Portugal e no Brasil nos Séculos XIX e XX

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Portugal

Arte, Chamada para trabalhos, Estudos Luso-Brasileiros, História da Arte

XII Seminário do Museu D. João VI - Grupo Entresséculos e
VIII Colóquio Internacional Coleções de Arte em Portugal e Brasil nos Séculos XIX e XX
19 a 22 de outubro de 2021 | Online

Apresentação

Adversidades, em seus múltiplos sentidos, são inerentes à humanidade, continuamente forçada a se reinventar, reformular e a reagir diante de situações imprevistas, desenvolvendo outras práticas e percepções, outros hábitos e relações. Na arte, elas também comprometeram sua produção, circulação e recepção, do mesmo modo que as coleções enfrentaram ameaças, dispersões, desaparecimentos e readaptações. 

Como dito por Hélio Oiticica – Da adversidade vivemos. As crises atuaram de forma direta ou indireta nos destinos da arte, das coleções, da história e crítica da arte, tanto em perspectiva histórica quanto na reflexão de seus rumos na contemporaneidade. Partindo da ideia de manuais de autoajuda, que apresentam as dificuldades e modos de ultrapassá-las, A Arte de lidar com as Adversidades é uma provocação para pensar como as crises impactaram e modificaram a arte, as coleções e a história da arte, e suas instituições, e como refletiram esses momentos de exceção e ameaça, representaram-nos, resistiram a eles e propuseram estratégias para sua superação. 

A intenção é abarcar as grandes catástrofes que sacudiram a humanidade, como desastres naturais, terremotos, endemias, epidemias e pandemias; as guerras e todo tipo de violências; a morte, o extermínio e a dor; as revoluções, sistemas autoritários e ditaduras; as crises internas da própria arte e da história da arte; a destruição e dispersão de coleções; as representações de épocas de crise ou obras inspiradas nas mesmas; e, enfim, todos aqueles períodos de significativa revisão de valores e costumes, de mudança de paradigmas, de momentos que supõem um ponto de inflexão e de grande instabilidade, mas também de criatividade e profunda renovação.

Eixos temáticos

  1. Convulsões na historiografia e teoria da arte 

  2. Contratempos e crises institucionais

  3. Situações, produções e representações adversas 

Cronograma

  • Submissão de propostas: até 1 de julho de 2021. 
  • Publicação dos resultados: 1 de agosto de 2021
  • Envio de texto com ajustes solicitados: até 20 de agosto de 2021
  • Envio de vídeo: até 20 de agosto de 2021
  • Divulgação da programação: 20 de setembro de 2021
  • Inscrição de ouvintes com certificado: de 20 de setembro até 18 de outubro de 2021
  • Evento: 19 a 22 de outubro de 2021

Mais informações: https://www.even3.com.br/12smdjvi8colecoes2021/

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas