Terça-feira, 11 de Maio de 2021
Congressos

Seminário "Mercados Ibéricos"

Início: Fim: Países: Portugal

Ciências Humanas e Sociais

Este seminário pretende analisar o surgimento e afirmação de uma ideia de mercado(s) ibérico(s) conforme uma perspectiva diacrónica das relações económicas e sociais luso-espanholas, centrada nas perspectivas de sua concretização verificadas nos séculos XIX e XX.
 
Organização: Maria Fernanda Rollo (IHC, FCSH-UNL), Teresa Nunes (IHC, FCSH-UNL)
 
O dinamismo particular verificado nas relações comerciais entre Portugal e Espanha, na sequência da adesão dos dois países à CEE, em 1986, tem sido objeto de intenso estudo e debate académico como atestam, entre outros, os trabalhos publicados por J. Caetano (1996), as publicações coordenadas por I. Pires (2006 e 2008) ou ainda J. Ribeiro (2010). De igual modo, a configuração de um mercado ibérico, suscitado no decurso do processo de integração europeia e incidente em áreas específicas, como a energética, mas de elevado potencial de crescimento, no domínio da administração conjunta de redes postais, dos recursos florestais e cinegéticos, tem merecido uma atenção crescente como se evidenciam nas obras de M. Amaral 2006, nos estudos de J. S.Lopes (2003) ou J. A.Costa (2008).
 
Do ponto de vista historiográfico, a extensa produção sobre as relações ibéricas contemporâneas tem dado relevo secundário à ideia de mercado(s) ibérico(s). Encontramo-la subjacente à análise do iberismo, nos trabalhos de Fernando Catroga (1985), ou do processo de implantação do estado liberal na Península Ibérica de Maria Manuela Tavares Ribeiro (2002), à construção da rede ferroviária portuguesa, nas análises de Madga Pinheiro (1986), às relações políticas entre Portugal e Espanha, José Medeiros Ferreira (1989), António Pedro Vicente, (2003), Hipolito de la Torre Gomez e António Telo (2001), C. Powel e J. C. Jiménez (2007) ou José Sardica (2013). Diversos nos pressupostos de entendimento, inscrevem-se a obra de Maria Fernanda Alegria (1987), César de Oliveira (1995), centrado nos fluxos comerciais, financeiros e demográficos entre os dois países; mas também os estudos Maria da Conceição Meireles Pereira (1996), de João Garcia, (1996), e de Maria da Graça Martins (2007), entre outros.
 
O objetivo deste seminário pretende analisar o surgimento e afirmação de uma ideia de mercado(s) ibérico(s) conforme uma perspectiva diacrónica das relações económicas e sociais luso-espanholas, centrada nas perspectivas de sua concretização verificadas nos séculos XIX e XX. Este exercício, assente no reconhecimento das características estruturais da parceria ibérica, propõe-se avaliar as possibilidades de constituição de bloco comercial à escala peninsular, os protagonistas, os grupos e os sectores de atividade, espanhóis e portugueses, diretamente envolvidos na iniciativa bem como os fatores, endógenos e exógenos, determinantes das fórmulas consagradas em 1893, com o tratado de comércio e navegação, e em 1928, através do acordo comercial, celebrados entre os dois países. Visa, por outro lado, evidenciar os aspectos de continuidade e de ruptura prevalecentes no período em análise, caraterizado por mudanças nas esferas institucional e política, como económica e tecnológica, substanciais.
 
Este seminário procura promover um conhecimento pormenorizado sobre a cooperação ibérica, os mecanismos institucionais usados, os fluxos comerciais e os sectores de atividade privilegiados; pretende-se também conhecer as debilidades do sistema de trocas.
 
Seminário "Mercados Ibéricos"
Lisboa
FCSH | UNL Ed. I&D Piso 2 | Sala 2.03
Seminário
10 e 11 de Novembro de 2014
A partir das 10h00

 
PROGRAMA
 
DIA 10 DE NOVEMBRO DE 2014
 
10H-11H
EL DECLIVE DE LA NATURALIDAD Y LA FORMACIÓN DE LA POLÍTICA DE EXTRANJERÍA EN ESPAÑA EN EL SIGLO XVIII. UNA APROXIMACIÓN
GUILLERMO PÉREZ SARRIÓN, UNIVERSIDAD DE ZARAGOÇA
 
11H30-12H30
O PROJECTO DE MERCADO IBÉRICO NO SÉCULO XIX
MARIA DA CONCEIÇÃO MEIRELLES PEREIRA, FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO
 
ALMOÇO
 
14H30M-15H30M
LA DIPLOMATIE COMMERCIALE À L’AUNE DE LA GÉOGRAPHIE: L’ESPAGNE ENTRE LE PORTUGAL … ET LA FRANCE, À LA FIN DU XIXE SIÈCLE
ALEXANDRE FERNANDEZ, UFR HUMANITÉS, UNIVERSITÉ BORDEAUX-MONTAIGNE
 
16H-17H
O TRATADO DE COMÉRCIO E NAVEGAÇÃO DE 1893 – CAUSAS E CONDICIONANTES DA RELAÇÃO COMERCIAL LUSO-ESPANHOLA 1893-1913
TERESA NUNES, IHC e FL da UNIVERSIDADE DE LISBOA
 
17h30m-18h30m
A PENÍNSULA IBÉRICA ENQUANTO ESPAÇO ECONÓMICO INTEGRADO E/OU SEGMENTADO: VOLFRÂMIO LUSO-ESPANHOL, BRITÂNICOS, ALEMÃES E NORTE-AMERICANOS DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
JOÃO PAULO AVELÃS NUNES, FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA
 
19H-20H
LAS EUROCIUDADES RAYANAS (TUY/VALENÇA; VERÍN/CHAVES; AYAMONTE/VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO)
JULIO LÓPEZ-DAVALILLO LAREA, UNIVERSIDAD NACIONAL DE EDUCACIÓN À DISTANCIA MADRID
 
DIA 11 DE NOVEMBRO DE 2014
 
10H-11H
JORNALISTAS ESPANHÓIS EM PORTUGAL NA TRANSIÇÃO DA MONARQUIA PARA A REPÚBLICA
ANTÓNIO VENTURA, FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA
 
11H30M-12H30M
 
MESA REDONDA – MERCADOS IBÉRICOS. FONTES, PERSPECTIVAS METODOLÓGICAS, NOVAS ABORDAGENS DE INVESTIGAÇÃO
 
Programa do Seminário
 
IHC/FCSH
 
NASA's Marshall Space Flight Center: Iberian Peninsula and North Africa at Night (NASA, International Space Station, 07/26/14); CC BY-NC 2.0
Henri Abraham Chatelain [Public domain], via Wikimedia Commons

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas