Quarta-feira, 10 de Agosto de 2022
Congressos

Activisms in Africa 2023 - Painel 18: Ativismos nos espaços culturais. Qual o papel dos criativos "afropeans"?

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento:

Chamada para trabalhos, Ciências Humanas e Sociais, Estudos Africanos

Activisms in Africa 2023 - 25, 26 e 27 Janeiro de  2023

https://activismsinafrica2023.weebly.com/

Call For Papers | Chamada de Comunicações

Data limite: 15 de setembro de 2022

Painel 18
Ativismos nos espaços culturais. Qual o papel dos criativos "afropeans"?


Os espaços culturais são lugares privilegiados para a transformação social. As indústrias criativas atuam neles, convergindo artes, negócios e tecnologias, mas também podem gerar condições para uma sociedade e um espaço público melhores (Faustino, 2018).  Os espaços culturais são os museus, as galerias, as bibliotecas, o cinema, mas também os estádios de futebol, as redes sociais ou as ruas e avenidas onde os artistas expressam criativa e livremente os seus ideais e a sua visão simbólica da cultura de uma sociedade. 
Os artistas são transformadores e promotores de saberes e conhecimentos, denunciando ou refletindo sobre novos e velhos problemas políticos ou socioculturais, por exemplo, a discriminação racial ou racismo em contexto europeu. A afrodescendência, enquanto construção identitária, é promotora de diálogos interculturais e mediadora de conflitos sociais e culturais. Os artistas afrodescendentes, filhos da diáspora africana no espaço europeu ou "afropeans" (Pitts, 2021), são pontes entre mundivisões e continentes. As reflexões de Rachel Khan (2021), Lilian Thuram (2020) ou Grada Kilomba (2018) são exemplos de como educar as indústrias do cinema, do desporto ou das artes plásticas, respetivamente, para a diversidade cultural e alertar para o privilégio branco na Europa.

Para este painel, aceitam-se trabalhos que reflitam, numa perspetiva multidisciplinar, sobre o papel dos criativos afrodescendentes (músicos, escritores, atores, artistas plásticos, entre outros) nos espaços culturais europeus para a desconstrução do “pensamento branco” e para a luta contra as discriminações e racismos (Thuram, 2020).

Coord.: Susana Pimenta (Centro de estudos em Comunicação e Sociedade (CECS); Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Instituto Politécnico de Bragança)

Está aberta a chamada de  comunicações para a IV Conferência Internacional “Activisms in Africa”. Convidamos a todos a verificar os painéis aprovados e o respetivo formulário de submissão aqui: https://activismsinafrica2023.weebly.com/approved-panels.html

Todas as propostas de comunicação devem consistir em:

  • Título da Comunicação

  • Um resumo sucinto até 300 palavras

  • 3 a 5 palavras chave.

  • Os resumos podem ser escritos em Português, Inglês, Francês ou Castelhano.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas