Domingo, 23 de Janeiro de 2022
Congressos

A crise do estado liberal no contexto ibérico: a Espanha entre guerras e revoluções (1898-1936)

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Portugal

Chamada para trabalhos, Estudos Hispânicos, Estudos Ibéricos, História

A crise do estado liberal no contexto ibérico: a Espanha entre guerras e revoluções (1898-1936)

Lisboa, NOVA FCSH, 19 e 20 de Maio de 2022

 

A Espanha atravessou caminhos peculiares, mesmo se amiúde paralelos a outros países europeus, no primeiro terço do século XX. Experimentou uma agudização da crise do Estado liberal, que conduziu à instauração do regime republicano que, pouco tempo depois, foi derrubado e substituído por uma longa ditadura. Durante o processo de declínio e decomposição da instituição monárquica, desenrolaram-se episódios violentos, pacíficos e florescentes, cheios de esperança e horror, tais com as guerras coloniais, o triénio bolchevique, a manutenção autoritária da monarquia, a Primeira Guerra Mundial, a depressão de 1929, a reorganização do movimento operário, a aliança de sectores das classes médias e operárias em torno de um projecto de cidadania, o ensaio de instituições de mediação social e política e o arrebatamento provocado pelo fascismo. Trata-se, definitivamente, de um período, entre guerras e revoluções, de modernização e de um novo estilo de constitucionalismo, que foi marcado por inúmeras transformações culturais, ideológicas, sociais, institucionais e jurídicas, tanto em Espanha como noutros países.

Nos dias 19 e 20 de Maio de 2022, vai decorrer o Congresso Internacional “A crise do Estado liberal no contexto ibérico: a Espanha entre guerras e revoluções”, que contará com conferências realizadas por:

  • Xosé Manoel Núñez Seixas (Professor de História Contemporânea na Universidade de Santiago de Compostela): “A crise do Estado liberal español (1917-1923): nacionalismos en conflito?
  • Eduardo González Calleja (Professor de História Contemporânea na Universidad Carlos III de Madrid): “Los jinetes del apocalipsis conservador. La movilización contrarrevolucionaria de las derechas españolas de 1917 a 1923
  • Ángeles Barrio Alonso (Professora de História Contemporânea na Universidad de Cantabria): “Del Estado/poder y soberanía al Estado/función y responsabilidad: del reformismo social a las políticas sociales

 

Acolhemos propostas de comunicação que visem o tema geral, independentemente da abordagem disciplinar. Estas deverão ter uma duração máxima de 20-30 minutos e podem ser apresentadas em português, espanhol ou inglês. Concretamente, procuramos propostas que se enquadrem nalgum dos seguintes temas:

— Ideologias, mentalidades e culturas durante a crise do Estado liberal: crise da hegemonia do liberalismo e surgimento de outras ideologias, mentalidades e culturas;
— Mobilizações colectivas, protestos sociais, repressão estatal e procura de saídas autoritárias da crise do Estado liberal;
— Reformas institucionais, jurídicas e sociais do primeiro terço do século XX: direitos sindicais, associativismo, corporativismo, relações laborais, negociação colectiva e jurisdição social.

As propostas de comunicação devem ser enviadas até o dia 28 de Fevereiro de 2022 para o seguinte endereço de correio electrónico: congresso2022lisboa@gmail.com. Devem conter num único documento (Word) com a seguinte informação:

Autoria e afiliação institucional;
Título da proposta;
Resumo (máximo 300 palavras);
Três a cinco palavras chave;
Breve resenha biográfica (máximo 200 palavras);
Dados de contacto (email e número telefone).

 

Procuraremos garantir o máximo nível de qualidade, originalidade e diversidade das contribuições. Na medida do possível, daremos preferência a abordagens comparadas ou transnacionais.

 

Comissão organizadora:

Rubén Pérez Trujillano (IHC — NOVA FCSH)
Rita Luís (IHC — NOVA FCSH)
Arturo Zoffmann Rodríguez (IHC — NOVA FCSH)
Pablo Sánchez León (CHIAM — NOVA FCSH)
João Miguel Almeida (IHC — NOVA FCSH)

Este congresso é uma iniciativa do Seminário de Espanha Contemporânea do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas