Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
Congressos

Évora | I Congresso Internacional Fórum Permanente Universitário Portugal-Brasil

Início: Fim: Países: Brasil, Portugal

Eventos, Ciências Humanas e Sociais

A Universidade de Évora recebe, nos dias 6 e 7 de julho de 2015, o I Congresso Internacional Fórum Permanente Universitário Portugal-Brasil. Conexões e Problemáticas dos Mundos Moderno e Contemporâneo, subordinado ao tema Diagnósticos luso-brasileiros: Historiografia, relações internacionais, estudos sociopolíticos, culturais e económicos.
 
O evento é organizado pelo Centro de investigação em Ciência Política da Universidade de Évora, em parceria com o Grupo de Pesquisa CNPq-UFMG Escravidão,mestiçagem, trânsito de culturas e globalização, da Universidade Federal de Minas Gerais.
 
I Congresso Internacional Fórum Permanente Universitário Portugal-Brasil
Conexões e Problemáticas dos Mundos Moderno e Contemporâneo
6 e 7 de julho | Sala 131 | Colégio Espírito Santo
 
Organização
 
Grupo de Pesquisa CNPq-UFMG Escravidão,mestiçagem, trânsito de culturas e globalização - séculos XV a XIX Centro de Estudos sobre a Presença Africana no Mundo Moderno-CEPAMM-UFMG
Centro de Investigação em Ciência Política (Linha temática Poder, direitos humanos e cosmopolitismo numa era global)
 
Coordenação
 
‣ Eduardo França Paiva, Universidade Federal de Minas Gerais
‣ Manuel Lobato, Instituto de Investigação Científica Tropical
‣ Maria de Deus Manso, Universidade de Évora
 
Programa
 
Dia 6, manhã
 
9:30-9:45 - Abertura
 
9:45-10:30 Ângela Domingues (IICT) – Conferência de abertura – Conexões imperiais em águas atlânticas: Portugal, o Brasil e outras Europas (século XVIII)
 
10:30-10:45 PAUSA
 
10:45-11:10 Ângelo Assis (UFViçosa) – A Inquisição portuguesa na historiografia brasileira contemporânea: um diagnóstico dos estudos, produções e suas conexões
 
11:10-11:35 Elizete da Silva (UEFSantana) – Uma abordagem historiográfica dos estudos inquisitoriais em Portugal e no Brasil
 
11:35-11:50 Debate
 
11:50-12:15 Silvério da Rocha-Cunha (ECS-UE) – Paradoxos da Política numa Cosmópolis adiada
 
12:15-12:40 Marco António Martins (ECS-UE) – À procura da ordem mundial
 
12:40-12:55 Debate
 
Dia 6, tarde
 
14:30-14:55 Maria de Deus Manso (ECS-UE) – Tendências historiográficas sobre o império português. Perspectivas luso-brasileiras
 
14:55-15:20 Maria Leonor Garcia da Cruz (FLUL) – Centros e periferias num Império assumido nos séculos XVI-XVIII: para um diagnóstico historiográfico
 
15:20-15:45 Manuel Lobato (IICT) – Entre imperialismos e nacionalismos. A historiografia sobre os portugueses na Ásia e no Oceano Índico
 
15:45-16:05 Debate
 
16:05-16:20 PAUSA
 
16:20-16:45 Valdei Lopes de Araújo (UFOPreto) – Regimes de autonomia, avaliação e o futuro da história como campo disciplinar
 
16:45-17:10 Juciene Apolinário (UFCGrande) – Difusão documental e historiográfica no Brasil e em Portugal sobre história indígena
 
17:10-17:35 Adriana Dantas (UEFSantana) – Conexões Atlânticas: os “lançados” no Brasil e na “Guiné do Cabo Verde”, c.1500 - c.1669
 
17:35-18:00 Roberta Guimarães Franco (UFLavras) – A identidade portuguesa pós-Império
 
18:00-18:25 - Eduardo Santos Neumann (UFRGSul) – Aproximando as margens do Atlântico: uma tentativa de avaliação da presença indigena na historiografia brasileira e lusitana
 
18:25-18:50 Debate
 
Dia 7, manhã
 
9:30-9:50 Jorge Lúzio (PUC SP / UÉ - LIA FFLCH USP) – A produção historiográfica sobre a arte do marfim no Império português: categorias, metodologias e análises
 
9:50-10:10 Lais Viena de Souza (IFBA, Salvador / UE) – Missionários do corpo e da alma: debates historiográficos sobre assistência à saúde da Companhia de Jesus no Império Português
 
10:10-10:30 João Henrique Ferreira de Castro (UFFluminense-CNPq) – Entre o conflito e a negociação: a historiografia sobre a repressão às revoltas do Estado do Brasil ocorridas entre 1640-1720
 
10:30-10:45 Debate
 
10:45-11:00 PAUSA
 
11:00-11:20 Luana Melo e Silva (CAPES/PDSE) – O Jornal “O Constitucional” e a experiência do constitucionalismo no Brasil
 
11:20-11:40 Virgílio Coelho (UFMGerais) – História e Literatura: Eça de Queiroz em perspectiva luso-brasileira
 
11:40-12:00 Inez Beatriz Castro Martins (UECeará) – História das bandas de música: uma perspectiva luso-brasileira
 
12:00-12:15 Debate
 
Dia 7, tarde
 
14:00-14:20 Ignacio González Espinosa (USevilha) – La emigración portuguesa en el Atlántico Ibérico en los siglos XVII y XVIII. Balance historiográfico y resultados preliminares de investigación
 
14:20-14:40 Anderson Pereira dos Santos (UFBA-UE) – A pesquisa historiográfica brasileira e portuguesa a partir dos inventários post mortem : um balanço da última década
 
14:40-15:00 Marcus Vinicius Reis (UFMGerais) – Várias faces da religiosidade no mundo português: a historiografia Brasil/Portugal na relação entre práticas mágico-religiosas e condição feminina
 
15:00-15:15 Debate
 
15:15-15:30 PAUSA
 
15:30-15:55 Eduardo França Paiva (UFMGerais) – Esforços para estudos compartilhados sobre escravidão e mestiçagens – o mundo luso-brasileiro e suas conexões históricas
 
15:55-16:20 Isnara Pereira Ivo (UESBahia) – Cor, qualidade, condição ou fenótipo? Uma proposta de revisão historiográfica dos critérios de distinção, classificação e hierarquização social nas sociedades ibero-americanas
 
16:20-16:45 Manuel F. Fernandez Chaves (USevilha) – La esclavitud y las sociedades ibéricas en el siglo XVI. Un estado de la cuestión
 
16:45-17:10 Rafael M. Pérez Garcia (USevilha) – La trata negregra atlántica en el siglo XVI. Estado de la cuestión
 
17:10-17:40 Debate
 
17:40-18:00 PAUSA
 
18:00-18:45 António Manuel Hespanha (FD-UNL) – Conferência de Encerramento - A História do Direito numa perspetiva luso-brasileira
 
18:45-19:00 Encerramento
 

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas