Sábado, 22 de Setembro de 2018
Publicações

Vozes femininas: narrativas e reescritas literárias e artísticas | Chamada da Revista Escrita – PUC-Rio

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para artigos, Estudos do Discurso, Linguística, Tradução

Revista Escrita – PUC-Rio Número 24 - 2018.1
Chamada para número regular temático

Vozes femininas: narrativas e reescritas literárias e artísticas

As imagens e metáforas que aproximam a mulher e a tradução sempre foram prolíficas – e estranhamente hostis, uma vez que traçadas dentro daquilo que Gilbert & Grubar identificaram como a "arquitetura de uma sociedade majoritariamente masculina" em The Madwoman in the Attic: The Woman Writer and the Nineteenth- Century Literary Imagination (2000): as mulheres, assim como as traduções, são comumente interpretadas como aquele velho mal necessário; nada além de existências secundárias, de menor importância. Se elas forem bonitas, então, o atrativo físico é apenas uma validação da sua infidelidade – assim como nos diz a metáfora francesa das belles infidèles, discutida por Sherry Simon em Gender in Translation: Cultural Identity and the Politics of Transmission (1996).

Este volume temático dos Estudos da Linguagem abarcará pesquisas dos Estudos da Tradução, Análise do Discurso, Linguística e áreas afins. Serão aceitos artigos acadêmicos, traduções comentadas, traduções de textos teóricos inéditos no Brasil, resenhas e entrevistas que lidem com questões de gênero, do feminino e de movimentos feministas em narrativas, traduções e outros tipos de reescritas literárias e artísticas. Além de traduções e adaptações literárias, o termo reescrita abrange outras formas de releitura de obras, de autoras ou autores e de manifestações artísticas, tais como críticas, antologias, prefácios e transposições intersemióticas feitas da literatura para a música, a dança, as artes visuais e audiovisuais. Considerando que as reescritas constroem imagens de obras e de autoras e autores nas culturas em que se inserem, refletindo ideologias e poéticas, esta edição temática abre espaço para a discussão de questões relativas ao feminino e ao feminismo nas diversas formas literárias e artísticas que surgem a partir de outras.

Convidamos pesquisadoras e pesquisadores a enviar trabalhos que contemplem:

  1. questões do feminino nas reescritas literárias e artísticas;
  2. traduções comentadas de orientação feminista ou que abordem as questões do feminino (as traduções devem ser de textos em domínio público ou ter autorização legal da autora/do autor do texto fonte);
  3. estudos de caso de traduções ou tradutoras, abordando a perspectiva feminina;
  4. biografias de mulheres tradutoras;
  5. textos teóricos que se concentrem sobre a discussão de questões de gênero na área dos Estudos da Linguagem (Estudos da Tradução, Análise do Discurso, Linguística, etc.);
  6. resenhas de livros que tratem dessa temática e outros trabalhos afins.

Organizadoras: Anna Olga Prudente de Oliveira e Marcela Lanius Doutorandas em Estudos da Linguagem - PUC-Rio

Prazo para envio das contribuições: 15 de abril de 2018

Envio das contribuições somente pelo sistema da Revista Escrita: http://www.periodicosmaxwell.vrac.puc-rio.br/

Dúvidas: revista.escrita.puc@gmail.com

Não serão aceitos trabalhos que não estejam de acordo com as normas da revista. São aceitos trabalhos em português, inglês, espanhol e francês.


Revista Escrita – PUC-Rio Issue 24 - 2018.1
Call for papers (regular thematic issue)

Female Voices: narratives and artistic and literary rewritings

Images and metaphors linking women and translation have always been in plentiful supply – and strangely hostile, insofar as they appear within what Gilbert & Grubar identified as the “architecture of an overwhelmingly male-dominated society” in The Madwoman in the Attic: The Woman Writer and the Nineteenth-Century Literary Imagination (2000). Women, like translations, tend to be interpreted as a necessary evil, no more than secondary figures, of lesser importance. If they happen to be beautiful, then their physical attractiveness only goes to confirm their infidelity – as expressed in the hackneyed French metaphor of the belles infidèles, discussed in depth by Sherry Simon in Gender in Translation: Cultural Identity and the Politics of Transmission (1996).

This thematic issue centered on the field of Language Studies encompasses researches from fields such as Translation Studies, Discourse Analysis, Linguistics and related areas. It is open to scientific articles, annotated translations, translations of unpublished works, reviews, and interviews that discuss gender issues and feminist orientations and approaches in narratives, translations and other literary and artistic rewritings. It is worth noting that the term rewriting comprises other forms of rereading of works, authors, and artistic manifestations, such as critical reviews, anthologies, prefaces, and intersemiotic transpositions from literature to dance, music, and visual and audiovisual art. Since rewritings help assemble the identities of works and authors in the cultures and languages for which they are produced, reflecting certain ideologies and poetological motifs, this special issue aims to cover feminist and women’s questions in the different literary and artistic forms that derive from others.

Submissions are invited for papers that address one or more of the topics below:

  1. women in literary and artistic rewritings;
  2. annotated translations of a feminist orientation or that discuss gender and/or feminist issues (please note that the source texts must be in the public domain or be legally authorized by the original author);
  3. case studies that discuss either women translators or translations in the light of a feminist perspective;
  4. biographies of female translators;
  5. theoretical texts or essays that focus on gender issues in the field of Language Studies (Translation Studies, Discourse Analysis, Linguistics etc.);
  6. essays about or reviews of books that deal with women and/or feminist issues.

Editors: Anna Olga Prudente de Oliveira and Marcela Lanius PhD students of the Language Studies Program - PUC-Rio

Submissions deadline: APRIL 15, 2018

Submissions must be made through the Revista Escrita website: http://www.periodicosmaxwell.vrac.puc-rio.br/.

Questions and inquiries: revista.escrita.puc@gmail.com

Submissions that do not follow the journal’s guidelines will not be accepted for publication. Papers in Portuguese, English, Spanish and French are accepted.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas