Sábado, 26 de Maio de 2018

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Publicações

Revista História Crítica | “Panorama atual da História ambiental latino-americana”

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Colômbia

Chamada para artigos, Estudos Latino-Americanos, História ambiental

Historia Crítica, publicação da Faculdade de Ciências Sociais da Universidad de los Andes (Bogotá, Colômbia), anuncia que receberá artigos para o dossiê “Panorama atual da História ambiental latino-americana”. Editores convidados Vladimir Sánchez Calderón (Universidad Industrial de Santander, Colombia) e Jacob Blanc (University of Edinburgh, Escocia). A recepção dos artigos será do dia 1° ao dia 30 de novembro de 2018.

Ementa:

A história ambiental interessa-se por compreender o papel que atores “não humanos” desempenham na história da humanidade. Não se trata de fazer uma história do ambiente (ou da natureza), mas sim de entender que somente é possível fazer (e entender) a história — ciência humana por excelência — com a natureza (ambiente ou entorno). Assim, em termos gerais, importa à história ambiental compreender as relações históricas entre sociedades e ambientes diversos estudando tanto as mudanças e continuidades materiais do ambiente, que inevitavelmente têm impactos materiais sobre os grupos sociais, quanto os significados e interpretações que diferentes sociedades fazem do entorno no qual vivem ou desenvolvem suas atividades.

Em 2005, a Historia Crítica publicou um dossiê sobre a história ambiental latino-americana, resultado das inquietações que o campo despertava, para esse momento novo, na comunidade de historiadores do continente. Desde então, a história ambiental tem se consolidado como um campo válido da pesquisa histórica sobre a América Latina, o que se expressa num crescimento sustentado no número de praticantes. Aos pioneiros, que em 2005 eram pesquisadores formados na América do Norte e na Europa, somou-se uma comunidade de acadêmicos “nativos” na maior parte de países, além do fortalecimento dos contatos e vínculos com tradições historiográficas de outros continentes. Esse crescimento quali e quantitativo também é refletido, por exemplo, na consolidação da Sociedade Latino-americana de História Ambiental da América Latina e do Caribe (Solcha), que foi constituída oficialmente em 2006 e que, em 2018, celebrará seu IX Simpósio, na Costa Rica.

Quanto às temáticas, observa-se também uma expansão dos períodos, elementos e abordagens analisados. Por mencionar um caso, na atualidade, enfatizam-se mais as análises de sociedades coloniais, bem como o interesse por estabelecer vínculos com outros campos, como a justiça ambiental, a ecologia política ou as humanidades ambientais. Também vem sendo ampliada a forma na qual o papel dos não humanos é entendido na história ambiental latino-americana. Nesse sentido, passa-se de designar-lhe um caráter predominantemente passivo a uma situação em que o ambiente interage de diferentes maneiras e em diferentes graus com as dinâmicas políticas, econômicas e culturais.

Nesse contexto, a revista Historia Crítica abre este edital para um dossiê temático que tem como objetivo aproximar-se da situação contemporânea da história ambiental latino-americana. Trata-se de um edital amplo: todos os períodos históricos, espaços geográficos, sociedades humanas e atores não humanos serão considerados. Será dada especial relevância àquelas propostas que se preocuparem por evidenciar a interação ativa entre o ambiente e a sociedade em suas análises.

Eixos temáticos:

  • Clima: continuidade e mudança nas sociedades pré-hispânicas, coloniais e republicanas.
  • Ambientes urbanos: a natureza na história da cidade.
  • Florestas, águas e terras: entre a conservação e o desenvolvimento.
  • Animais e plantas: histórias de dominação, domesticação e coexistência.
  • Paisagens: relações entre representação e mudanças materiais do ambiente e da sociedade.
  • Relações entre história ambiental, justiça ambiental, ecologia política e humanidades ambientais.
  • Antropoceno na América Latina?

A revista Historia Crítica tem como objetivo publicar artigos inéditos (em espanhol, inglês e português) de autores nacionais e internacionais que contribuam para o estudo da história e das ciências sociais e humanas para uma melhor compreensão dos contextos sociais, políticos, econômicos e culturais do passado e do presente. Nesse sentido, a Revista busca fortalecer a pesquisa histórica, a reflexão acadêmica e a elaboração de balanços historiográficos atualizados que permitam construir diálogos na comunidade acadêmica nacional e internacional. Trata-se de uma publicação trimestral (janeiro-março, abril-junho, julho-setembro e outubro-dezembro), que se publica no início de cada período mencionado. Criada em 1989 e financiada pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidad de Los Andes (Colômbia).

Mais informações no site da revista Historia Crítica.

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas