Segunda-feira, 24 de Julho de 2017

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Publicações

Mundos árabes: poética, estética e testemunhos dos desertos

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para artigos, Cultura, Letras, Literatura, Migrações, Mobilidade

A Revista Cerrados, do Programa de Pós Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (ISSN 0104-39, Qualis A2) seleciona artigos para sua edição de número 43, que tem como tema Mundos árabes: poética, estética e testemunhos dos desertos.O prazo máximo para envio é o 30 de abril de 2017. A editoria da revista Cerrados aceita artigos em inglês, francês e espanhol e, para este volume, em árabe.

Eixo Temático

Do Golfo ao Mediterrâneo, do Iraque à Palestina, da Síria ao Marrocos, de Andaluzia à Africa, os entrecruzamentos do mundo árabe querem trazer à luz seus mais íntimos Diwans e sua poética.
É tempo de deixar que os ventos de verdade e de pureza soprem sobre os conteúdos literários destes mundos árabes e tragam à superfície a beleza do conhecimento do homem através do texto que passa por todas as fronteiras desta multiculturalização essencial, saindo assim das tendências gregárias obliterantes e marginalizadoras que confinam este mesmo mundo árabe ao desconhecimento pelo outro e do outro.

No âmbito da plural literatura árabe, a questão identitária, as sucessivas e dramáticas diásporas, o dano integrista,  as migrações e êxodos, os colonialismos e os pós-colonialismos, as tradições e prelúdios que permeiam a narrativa e a poesia árabe, a gênese poética, a crítica e os diálogos entre esta mesma literatura e as artes – assim como as expressões iconoclastas, são temas visados neste número.  Eles vão pari passu com a geração da narrativa, as estratégias do sentido, as metamorfoses do imaginário que quer conhecer a psicologia do romance árabe, sem esquecer desejo e memória inalienáveis, sagrado e profano inconsúteis, masculino e feminino em suas (quase) inconciliáveis vivências.   

Qual a contribuição da crítica intelectual ocidental e oriental, não contradizendo Goethe, antes relembrando-o, a estes acontecimentos que levaram à uma metamorfose da literatura? Quais cânones e sistemas de valores são montados e desmontados, quais reações de aceite ou de pura recusa são erigidos quando o texto é um texto árabe?

Mais informações na página da Revista Cerrados e através do e-mail revistacerradosunb@gmail.com.

 

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas