Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Publicações

Imigração, Refugiados e as Humanidades: Abordagens críticas

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Portugal

Língua, Chamada para artigos, Ciências Humanas e Sociais, Migrações, Mobilidade, Letras

A Revista Diacrítica seleciona artigos para seu próximo número que terá como tema Imigração, Refugiados e as Humanidades: Abordagens críticas para novos desafios/oportunidades. A Diacrítica é uma revista universitária, de periodicidade anual, editada pelo Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho (CEHUM), desde 1986, e subsidiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. O prazo máximo de submissão é o 1 de setembro de 2017.

Para além de artigos, sujeitos a arbitragem científica, a revista publica também entrevistas e recensões críticas desde que se enquadrem nos parâmetros temáticos e de qualidade estabelecidos pelos editores.

Eixo Temático

O conceito de imigração convoca outros termos como refugiados, migração, cidadania, inclusão, inovação, desigualdade, exclusão, emigração como capital social, assimilação, local, global, etc.

A chamada para a Diacrítica 31.3 pretende especificamente estimular reflexões críticas elaboradas a partir de uma conceção ampla do conceito de imigração. As propostas de submissão de artigos podem referir-se à imigração a partir de perspetivas culturais, artísticas e linguísticas, tratando de discursos que contribuam para a construção de conhecimento sobre a imigração ou de experiências individuais/coletivas ou, ainda, da questão da memória em contextos de imigração. As diferentes perceções e imaginários conforme fatores como género, idade, classe social, religião ou etnia são de relevância particular.

As contribuições que se debrucem sobre problemáticas atuais ligadas aos refugiados no contexto europeu serão particularmente bem-vindas. Poderão ser discutidas questões relacionadas com refugiados/ apátridas/ ilegais/ clandestinos/ requerentes de asilo, bem assim como com processos que se encontrem na origem da formação da opinião pública e política a propósito das respetivas subsistência e cultura de acolhimento.

Será dada particular atenção às contribuições que examinem critica e especificamente estas questões, indo além dos discursos tradicionais a respeito dos direitos humanos e da inclusão das minorias e transcendendo o conceito de crise limitada em termos de tempo e espaço.

As propostas podem focar a liminaridade das experiências dos refugiados e o processo de construção das suas identidades, especialmente nos locais onde residem, como campos ou centros de refugiados que tendem a ser cada vez menos efémeros. Os investigadores também são convidados a analisar e discutir a necessidade de processos criativos enquanto métodos complementares ou alternativos para envolver a comunidade dos refugiados no seu contexto de acolhimento. As propostas de submissão também se podem debruçar sobre manifestos, notas de trabalho de campo, testemunhos, observações ou escrita criativa.

Editores convidados: Marie-Manuelle Silva; Fadi Skeiker (CEHUM, Universidade do Minho)

Mais informações na página da Revista Diacrítica e através do e-mail diacritica@ilch.uminho.pt.

 

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas