Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Publicações

Chamada da Revista Desassossego para os números 17 e 18 (2017)

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Literatura, Chamada para artigos, Estudos Portugueses

A Revista Desassossego (ISSN: 2175-3180 – QUALIS B2), periódico do Programa de Pós-Graduação em Literatura Portuguesa da Universidade de São Paulo – USP, convida para a submissão de artigos para os números 17 e 18, com publicação prevista para 2017.

http://revistas.usp.br/desassossego

Chamada Desassossego # 17 – O Feminino na Literatura Portuguesa.

Nos últimos tempos, houve um expressivo crescimento na área de estudos de gênero, que tem relido, reinterpretado e reavaliado diversas obras literárias, cinematográficas ou artísticas, por esse viés. Diante da importância desse tipo de estudo para a contemporaneidade, sobretudo, numa altura em que enfrentamos uma forte onda conservadora no Brasil e no Mundo, a Revista Desassossego, para seu 17º número, convida a todos os professores e pesquisadores interessados na literatura e nas artes portuguesas a submeterem artigos e ensaios que versem sobre as questões do Feminino, em suas mais diversas facetas e vertentes teórico-crítico-metodológicas. Serão bem-vindas contribuições de caráter diverso, voltadas, por exemplo, a questões de representação, representatividade, recepção, autoria, teorias de gênero, teoria queer, feminismo(s), etc., de modo a mostrar a importância e a relevância dessas mulheres, sejam personagens, imagens, narradoras, sejam autoras, artistas, poetas, que povoam a literatura e as artes portuguesas. Artigos que versem sobre outras questões, desde que dialoguem com a proposta do número, também serão muito bem-vindos.

PRAZO PARA ENTREGA: Os artigos, resenhas, entrevistas, textos ficcionais e poéticos para este número serão recebidos impreterivelmente até 30 de abril de 2017. A publicação está prevista para julho de 2017.


Revista Desassossego n. 18 – O Imaginário Animal na Literatura Portuguesa

Desde a Antiguidade, os animais, reais ou imaginários, estão bastante presentes na Literatura e nas Artes, seja em fábulas, nas quais são personagens que representam seres humanos no intuito de ensinar uma moral ao leitor, seja em imagens ou alegorias, seja em símbolos utilizados para ilustrar ou evocar uma característica através de metáfora, comparação ou metonímia, seja enquanto personagens e protagonistas. Diante da dificuldade de entender este outro, ao mesmo tempo tão semelhante e tão diferente de nós mesmos, a humanidade o encara ora com fascínio e admiração, ora com pavor e repulsa, ora com devoção. Com todas as controvérsias, conforme cada ideologia e cultura, podem ser vistos como amigos, deuses, comida, entretenimento, praga, caça, companhia ou, simplesmente, como iguais a nós, mas, de alguma forma, os animais estão sempre presentes em nossas vidas, e, por consequência em nossa arte, suscitando preocupações e questionamentos. Nesse sentido, para seu 18º número, a Revista Desassossego convida a todos os professores e pesquisadores interessados na literatura e nas artes portuguesas a submeterem artigos e ensaios que versem sobre as questões do Imaginário Animal, em suas mais diversas facetas e vertentes teórico-crítico-metodológicas. Serão bem-vindas contribuições de caráter diverso, voltadas, por exemplo, a questões de representação animal, zoopoética, zooliteratura, biopoética, biopolítica, bestiários, simbologias, heráldica, animalidades, etc., concernentes a animais reais, mitológicos, monstros fantásticos, seres híbridos e toda sorte de outras criaturas presentes no imaginário artístico português, tendo em vista os desafios de se trabalhar no limite entre o animal e o humano. Artigos que versem sobre outras questões, desde que dialoguem com a proposta do número, também serão muito bem-vindos.

PRAZO PARA ENTREGA: Os artigos, resenhas, entrevistas, textos ficcionais e poéticos para este número serão recebidos impreterivelmente até 30 de agosto de 2017. A publicação está prevista para dezembro de 2017.

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas