Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Publicações

Artelogie seleciona artigos sobre Idiossincrasias do Indianismo na América Latina

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: França

Chamada para artigos, Antropologia, Ciências Humanas e Sociais, Estudos Latino-Americanos

A revista Artelogie seleciona artigos para sua edição que terá como tema Idiossincrasias do Indianismo na América Latina: Pluralidade de fontes e apropriações fora do eixo latino-americano. A data máxima para o envio dos trabalhos é o 30 de março de 2018. A edição é cordenada por Michele Greet (Université George Mason), Anahi Luna (UNAM, México), Fernanda Sarmento (Universidade de São Paulo) e Elodie Vaudry (Université Paris Nanterre). Os trabalhos podem ser escritos em francês, espanhol, português e inglês.

A Revista Artelogie é uma iniciativa de um grupo de pesquisadores participantes da Equipe Fonctions imaginaires et sociales des arts et des littératures (Funções imaginarias e sociais das artes e das literaturas) da L'École des hautes études en sciences sociales (EHESS) de Paris. Seu âmbito de pesquisa é a América Latina em sentido amplo e diverso. A partir da edição de números temáticos, a revista tem por objetivo acompanhar a evolução das pesquisas dedicadas a este vasto conjunto cultural. Pluridisciplinar por definição, tem-se por ambição cobrir uma grande variedade de criações, tanto intelectuais quanto artísticas e culturais.

A publicação é pensada como um espaço de diálogo e um instrumento de informação para pesquisadores assim como fonte de informação direcionada ao público mais amplo. Nesta perspectiva, Artelogie é aberta a todos os pesquisadores que abordem esses assuntos e é publicada em três línguas de maior circulação – espanhol, francês e português.

Eixo Temático

Em meados de 1920, o intelectual peruano José Carlos Mariátegui introduziu o termo "indigenismo" e definiu-o como uma tendência da arte latino-americana, que se manifesta, em particular, como um gênero literário, uma ideologia política e movimento artístico. No entanto, como demonstrado por Michele Greet, o indigenismo surge na dialética paradoxal entre as esferas nacionais e internacionais.

Esta "negociação"  entre nacionalismo e internacionalismo será o foco desta edição da Artelogie, que convida a repensar o indigenismo da América Latina como uma estratégia de aculturação entre esta área geográfica e o resto do mundo, como tem sido conceituada até agora, como um movimento centrípeto, mas como um fenómeno centrífuga, plurissecular e transcultural.

O foco desta edição da Artelogie é analisar as transferências entre culturas distantes no tempo - em termos de arte pré-colombiana - e espaço a partir de uma abordagem multidisciplinar que associa a história da arte, a história das ideias e a antropologia . Este estudo também pode adicionar elementos de intercâmbio político, diplomático e económico entre a França e América Latina. Tópicos sugeridos:

  • Como se deu o diálogo (s) entre "cultura ocidental" e estes grupos indígenas?
  • Fontes: modelos e contra-modelos Latino-Americanos e de fora de indigenismo.
  • Inversões: retratos dos nativos através dos olhos ocidentais / retratos ocidentais através dos olhos nativos.
  • Os nativismo e vanguardas artísticas do processo de apropriação e das fraturas.
  • Indigenismo de formação fora das fronteiras da América Latina
  • Análises sobre os processo diaspóricos do indigenismo do século XIX até o século XXI e de que maneira isso afetou a política da América Latina.
  • Modelo e contra-modelo: indigenismo como reação e uma apropriação de modelos ocidentais
  • Hibridização: conceitos de património, tradição e inovação.
  • As expressões artísticas indígenas refletem as culturas com base em outros valores e crenças? Quais são as formas possíveis de se reconhecer e interagir com essa diversidade?

Mais informações na página da revista Artelogie.

 

 

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas