Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

Um projeto de

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Formação

Curso de introdução Geostratégica ao Médio Oriente da Fundação de Serralves

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Portugal

Bolsas, História, Ciências Humanas e Sociais, Geografia, Política

O Curso de introdução Geostratégica ao Médio Oriente, organizado pela Fundação de Serralves em colaboração com a Árabe Reform Initiative (ARI) e o CEIS 20 da Universidade de Coimbra, acontece de 23 de fevereiro a 27 de abril, no Porto. Este curso é dirigido aos professores, estudantes, jornalistas e empresários, bem como a todos aqueles que estejam interessados em aprofundar os seus conhecimentos sobre as grandes tendências políticas, económicas e de segurança que atravessam o sul do Mediterrâneo e que poderão moldar o seu futuro.

A Fundação Eng. António de Almeida atribui 30 bolsas para o curso de Introdução Estratégica ao Médio Oriente. Podem candidatar-se às bolsas estudantes de programas de Doutoramento, Mestrado ou inscritos no último ano da Licenciatura. A candidatura deve ser enviada para o endereço eletrónico cursogeostrategia@gmail.com, até o dia 30 de janeiro, acompanhada por CV e carta de motivação. As candidaturas serão analisadas por um júri presidido pelo coordenador do curso.

Eixo temático

Os países do Maxereque e do Magrebe, em lato sensu do Médio Oriente, dominam as notícias internacionais desde há muitos anos. Atualmente, predomina a guerra na Síria e no Iraque, a tragédia dos refugiados e a emergência do islamismo radical. Mas uma ampla cobertura noticiosa sobre um dado acontecimento não permite necessariamente alcançar um conhecimento sólido, já que poucas regiões do mundo são objeto de tanta informação contraditória. Quais as razões da guerra na Síria? Por que é que Israel e a Palestina não conseguem viver em paz? O que é o islamismo político? Como nasceu o Daesh e que interesses representa? Por que fracassaram as revoluções democráticas no Mundo Árabe? Quais as razões do seu sucesso na Tunísia? Qual é a relação de Portugal com o Magrebe?

A Fundação de Serralves procura contribuir para o conhecimento e estudo da situação geoestratégica de uma região que nos é vizinha – Marrocos situa-se a 140 km da costa sul de Portugal. O filósofo francês Edgar Morin classificou-a como «paiol do Mundo», mas é também uma região plena de oportunidades e de potencialidades.

Coordenação: Álvaro Vasconcelos, investigador sénior associado da Arab Reform Initiative, antigo diretor do Instituto de Estudos de Segurança da União Europeia.

Mais informações e inscrições na página da Fundação de Serralves.

   

 

   

  

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas

Locations of visitors to this page