Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018
Formação

Casa Guilherme de Almeida abre inscrições para Programa Formativo para Tradutores Literários

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Literatura, Tradução

Casa Guilherme de Almeida 

Programa Formativo para Tradutores Literários

Inscrições até 18/2: http://bit.ly/2fCLBJt


Além de poeta, jornalista e crítico de cinema, Guilherme de Almeida foi um importante tradutor de línguas como alemão, francês, grego antigo e inglês. Para contemplar essa vertente de atuação do poeta, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado, criou o Centro de Estudos de Tradução Literária, espaço para a reflexão sobre a arte da tradução. Com o objetivo de colaborar para a formação e preparação de profissionais da área, o Programa Formativo para Tradutores Literários está com inscrições abertas até 18 de fevereiro. Os participantes do projeto frequentam um conjunto de atividades e cursos teóricos e práticos sobre tradução, ampliando o conhecimento na área.

Dentre as atividades do programa, destaca-se o Curso de Teoria da Tradução, Oficinas de Tradução de Poesia, Curso de História da Tradução Literária e Oficinas de Tradução de Prosa. As aulas têm início em 28 de março e seguem até 14 de dezembro. Os interessados devem preencher uma ficha disponível no site e enviá-la, juntamente com uma carta de intenção e um currículo, para o e-mail: casaguilhermedealmeira@gmail.com. O programa tem uma taxa única de matrícula no valor de R$300. Alunos de cursos de Letras, tradutores sindicalizados e membros da ABRATES têm 20% de desconto. São concedidas cinco bolsas integrais a candidatos que declararem baixa renda por meio de formulário a ser solicitado pelo e-mail da instituição.

Confirmando a sua relevância na área, o Centro de Tradução trabalha em colaboração com diversas instituições acadêmicas e não acadêmicas brasileiras e estrangeiras, entre as quais o Centro Interdepartamental de Tradução e Terminologia (CITRAT), da Universidade de São Paulo (USP); a Fundação Biblioteca Nacional (FBN), no Rio de Janeiro; a Pós-Graduação em Estudos da Tradução (POET) da Universidade Federal do Ceará (UFC); a Pós-Graduação em Estudos da Tradução (PGET) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); o Programa de Estudos da Tradução da USP (Tradusp); a Universidade do Livro, da Editora da Universidade Estadual Paulista (UNESP) e a Universidade de Birmingham, no Reino Unido.

A Casa Guilherme de Almeida integra a Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerenciados pela Poiesis. O museu tem patrocínio da Caixa Econômica Federal, por meio de seu Programa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro.

Sobre a Casa Guilherme de Almeida

Inaugurado em 1979, o museu Casa Guilherme de Almeida funciona na residência onde viveu o poeta e tradutor paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. Seu acervo é constituído por uma significativa coleção de obras, gravuras, desenhos, esculturas, pinturas, em grande parte de artistas do modernismo brasileiro, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Lasar Segall e Victor Brecheret. A Casa – primeira instituição não acadêmica a manter um Centro de Estudos de Tradução Literária no país – oferece uma intensa programação de atividades relacionadas às diversas áreas de atuação de Guilherme de Almeida, que incluem o cinema, o jornalismo e o teatro.

Sobre a Poiesis

A instituição, que tem por objetivo o desenvolvimento sociocultural e educacional, com ênfase na preservação e difusão da língua portuguesa, desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para o complemento da formação de estudantes e público em geral. A POIESIS trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas