Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018
Formação

3º Curso de Verão em Estudos Africanos e Estudos Regionais em África

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Senegal, Suíça

Ciências Sociais, Estudos Africanos

3º Curso de Verão em Estudos Africanos e Estudos Regionais em África
Estudos Africanos e Africanistas: Donde vem o olhar?
Dakar, 20 a 24 de Agosto de 2018

Prazo para a apresentação de candidaturas: 30 de junho de 2018

O Conselho para o Desenvolvimento da Pesquisa em Ciências Sociais em África (CODESRIA) e o Centro de Estudos Africanos de Basileia (CASB) lançam um apelo a candidaturas para a terceira edição do Curso de Verão sobre Estudos Africanos e Estudos de Área organizado pelo CODESRIA em colaboração com o CASB com o apoio generoso da Fundação Oumou Dilly (Suíça). A Escola visa reforçar os laços de parceria entre a comunidade de pesquisadores associados ao CODESRIA e os seus homólogos em estudos africanos estabelecidos na Suíça.

O objetivo geral da Escola de Verão é estimular e consolidar abordagens interdisciplinares na pesquisa sobre a África bem como pesquisas trazidas à África doutras partes do mundo. Tomando os estudos africanos como um exemplo de estudos de área, ela procura identificar temas teórica, conceitual e metodologicamente relevantes para a reflexão sobre o desafio intelectual da África, entendida como objecto de conhecimento. Também procura identificar a contribuição de África à investigação em geral ao mesmo tempo que questiona a relevância dos resultados para as abordagens africanas noutras regiões.

A Escola de Verão tem os seguintes objetivos específicos:

  • Dar a doutorandos e pesquisadores emergentes a oportunidade de mergulhar criticamente em desenvolvimentos teóricos, conceituais e metodológicos novos e avançados no domínio dos estudos africanos e para melhor adaptar os métodos aos seus trabalhos com o acompanhamento de investigadores experientes;
  • Encorajar os doutorandos e os investigadores emergentes a reflectirem sobre a relevância potencial do conhecimento relativo à África na melhoria das ferramentas teóricas, conceptuais e metodológicas utilizadas no plano intradisciplinar e interdisciplinar;
  • Cultivar nos doutorandos e nos investigadores emergentes o sentimento de pertencer a uma comunidade de pesquisadores que buscam o conhecimento e a erudição;
  • Incentivar os pesquisadores emergentes a trabalhar no sentido de criar um espaço para os estudos africanos no campo da pesquisa em geral e, deste modo, ajudá-los a reivindicar um lugar no centro da produção de conhecimento.

As discussões durante a Escola de Verão vão girar em torno de três temas principais:

  • Normatividade: motivação do pesquisador, a escolha do assunto e o papel de interesses e de valores;
  • Plano e processo de pesquisa: a formulação das questões de pesquisa, a recolha e análise de dados, a selecção e o uso de conceitos, métodos e teorias;
  • Resultados: a apresentação e a publicação dos resultados da investigação e a sua percepção pela comunidade científica, os decisores políticos e o grande público. Através da participação na Escola de Verão, espera-se que os laureados adquiram a capacidade de pensar sobre a sua própria posição dentro do ambiente acadêmico actual e do futuro, tomar melhor consciência sobre a sua importância para a relevância e conteúdo dos seus trabalhos de pesquisa e conceber, para si próprios, abordagens numa perspectiva mais pensada e recíproca.

Equipa pedagógica

  • Elísio Macamo (Director da Escola de Verão), Professor de estudos africanos na Universidade de Basileia (Suíça)
  • Ralph Weber, Professor de estudos globais europeus na Universidade de Basileia (Suíça)

Procedimento para a apresentação de candidaturas

A Escola de Verão está aberta a doutorandos bem como a investigadores emergentes, matriculados e que trabalham em instituições de ensino superior em todos os países africanos. O programa incentiva fortemente candidaturas de estudantes de doutorado matriculados numa universidade africana ou suíça nas seguintes disciplinas: antropologia social, sociologia, história, religião, filosofia, estudos de gênero e ciências políticas. Os custos de viagem, hospedagem e alimentação serão cobertos durante a Escola de Verão para qualquer participante matriculado numa instituição africana.

Cada participante deve enviar um documento conceitual de cinco páginas descrevendo (a) o tópico do seu estudo; (b) a ligação entre o seu trabalho e o tema da Escola de Verão; (c) o que espera da Escola de Verão, se a sua candidatura for aceite.

Por outro lado, cada processo de candidatura deve ser acompanhado de uma carta de candidatura, um CV, duas cartas de recomendação feitas pelo estabelecimento de filiação do candidato e a cópia do passaporte do candidato.

Os candidatos devem apresentar a sua proposta através da seguinte ligação: http://codesria.org/submission/

Línguas de trabalho: A Escola de Verão será em Inglês e Francês. Os candidatos devem ter o domínio duma destas duas línguas. Não obstante isso, as candidaturas em Português serão consideradas.

Para mais informações sobre a Escola de Verão, por favor contacte:
CODESRIA ESCOLA DE VERÃO
Tél. : (221) 33 825 98 21/22 / 23
Email: submission@codesria.org
Website: http://www.codesria.org

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas