Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Congressos

XXI Congresso da SBEC - Arte, Política e Cidadania na Antiguidade

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Literatura, Chamada para trabalhos, Filosofia, Ciências Humanas e Sociais, Letras

O XXI Congresso da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos (SBEC) acontece de 4 a 8 de dezembro de 2017 em São Paulo. O evento tem como tema "Arte, Política e Cidadania na Antiguidade" e será sediado na na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da Universidade de São Paulo (USP). A inscrição de trabalhos pode ser feita de 16 de agosto a 15 de outubro de 2017.

Eixo Temático
 
É célebre a afirmação de Aristóteles em sua Política (1.1253a) de que a πόλις é um desenvolvimento natural e, portanto, o homem, por natureza (φύσει), é um animal político; afirma ainda o filósofo em sua Poética (1448b) que duas são as origens da poesia e ambas naturais (φυσικαί); por fim, na famosa abertura da Metafísica declara que todos os homens, por natureza (φύσει), desejam conhecer (1.980a).

Motivados naturalmente pelas palavras do peripatético, propusemos para o XXI Congresso da SBEC, o tema “Arte, Política e Cidadania”.  Os textos de Aristóteles são apenas motes para se pensar a relação entre a arte, a política e a cidadania, ou cada parte separadamente, na Antiguidade grega e latina, com contribuições nas áreas de Arqueologia, Filosofia, História e Letras. No entanto, ao pensar a παιδεία da pólis, objeto de conhecida discussão também da República de Platão, examina o filósofo, no livro 8 da Política, que artes devem ser ensinadas, qual a utilidade delas, se apenas o que é útil deve ser ensinado aos jovens, relacionando assim arte e política para a formação de um cidadão, problema ainda hoje em pauta, extremamente atual.

Neste ano a SBEC celebra também em seu Congresso o bimilenário da morte de Ovídio, poeta cuja arte tem controversa relação com a política de Augusto e foi causa de sua relegatio em Tomos (atualmente Constança, na Romênia), onde morreu, distante de sua cidade. Deste modo, convidamos a todos também a submeter trabalhos para discutir o poeta da Ars Amatoria, discutindo ou não a misteriosa relegatio, mencionada em Tristia e Epistulae ex Ponto.

Mais informações na página do XXI Congresso da SBEC - Arte, Política e Cidadania na Antiguidade.

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas