Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Congressos

Simpósio Internacional As Mulheres na Formação dos Estados Nacionais na América Latina e no Caribe

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Peru

História, Comunicação, Cultura, Ciências Humanas e Sociais, Género, Migrações, Estudos Latino-Americanos

O Simpósio Internacional As Mulheres na Formação dos Estados Nacionais na América Latina e no Caribe acontece de 16 a 18 de agosto de 2017, no Peru. Organizado pelo Centro de estudios la mujer en la historia de América Latina (CEMHAL) propõe “conhecer, compreender e valorizar a recuperação das mulheres como sujeitos e agentes históricos”,na Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade de San Martin de Porres em Lima. As inscrições podem ser feitas até 30 de junho.

Eixo Temático

A formação dos Estados nacionais significou impulsionar a pacificação, a demarcação de limites geográficos, a administração e a organização jurídica. É o momento em que se constrói a ideia de nação como pátria. São formulados projetos de civilização e de sociabilidade. É também um período de guerras, de disputas territoriais e de consolidação da pátria criolla sobre as antigas culturas indígenas.

Os Estados nacionais na América Latina se fundaram em territórios que haviam sido conquistados e colonizados, onde se prolongaram formas de dominação e imposição dos interesses de uma elite e o desconhecimento dos povos originários. Por isso, se trata também de um século de resistência e de batalhas, nas quais participaram mulheres de diferentes etnias, classes e crenças: mulheres criollas, indígenas e as afrodescendentes.

Temário

I.  Discurso republicano: memoria e representações femininas

-  As mulheres nos projetos de nação, constituições, discursos de poder. Inclusões e exclusões do projeto nacional.
-  A mulher na constituição Imperial do Brasil (1823).
-  As primeiras constituições republicanas no Brasil: o lugar das mulheres.
-  As mulheres na vida política das nascentes repúblicas: 1808-1899.
-  Discurso nos Estados nacionais: memoria e representações femininas.
-  A mestiçagem, cultura e gênero na formação dos estados nacionais.
-  Mulheres indígenas, escravas, afrodescendentes e mestiças na formação das nações.
-  Mulheres marginais, aparelhos de repressão e exclusão (conventos, prisões, hospícios).
-  As mulheres nos projetos de união latino-americana: Confederação Peruano-Boliviana e o projeto bolivariano da Federação dos Andes.

II.  Mentalidades, Escritura e representações da mulher nos séculos XIX-XX

-  Representações das mulheres no discurso do século XIX: Rainhas, princesas, virgens, heroínas, vítimas, mártires, prostitutas, esposas, amantes, indígenas, afrodescendentes, escravas.
-  O discurso feminino sobre sufrágio, religião, lar, família.
-  A formação do imaginário social das escritoras através da imprensa no século XIX.
- Textos fundadores da nação escritos por mulheres: ensaio, biografia, romance, poesia.
-  Diários femininos. A vida cotidiana das mulheres nos séculos XIX-XX.
-  Formas de religiosidade e de espiritualidade. Modelos de feminilidade nos séculos XIX-XX.
-  Relações entre as intelectuais da América Latina.
-  Mulheres nas artes visuais e representações da Nação.
-  O cinema e a mulher no século XIX: heroína e vítima.
-  Escritura e resistência: a feminilização do ensino na América Latina.

III.  Instituições, trabalho, espaços privados e públicos.

-  As mulheres no espaço público e no privado.
-  Participação das mulheres nas guerras internas, de fronteira, entre nações: Guerra do Pacífico, Guerra do Chaco, Guerra do Paraguai, Campanhas do Deserto. Conflitos contra impérios europeus: França (México, Santo Domingo, Haiti). Inglaterra (Vice-reinado do Prata).
- A mulher frente aos discursos científicos e como mediadora entre natureza e cultura, civilização e barbárie.
- O trabalho feminino nas fábricas nas primeiras décadas da República.
- As viúvas na República. O amor e a sexualidade em tempos republicanos.
- Testemunhos femininos da República (1810-1890). Mulheres viajantes. Mulheres que emigram.
- A mulher no ideário de Simón Rodríguez, Simón Bolívar, San Martín, dos caudilhos e Imperadores do Brasil.

Mais informações na página da CEMHAL.

 

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas