Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018
Congressos

"Ser Mulher Aprende-se – Representações de género na literatura portuguesa”

Início: Fim: Países: Portugal

Eventos, Género, Literatura

É já no próximo dia 16 de julho, pelas 14h30, que a Profª Deolinda Adão proferirá na NOVA FCSH, a convite do Instituto de Comunicação – ICNOVA, uma conferência subordinada ao tema “Ser Mulher Aprende-se – Representações de género na literatura portuguesa”. A sessão decorrerá no Auditório 1 da NOVA FCSH.

Convida-se a comunidade académica em geral para este evento, solicitando-se inscrição prévia para o mail: icnova@fcsh.unl.pt

Resumo:

A intenção deste trabalho é delinear um possível mapeamento do espaço designado ao feminino na literatura portuguesa. Não pretendemos de nenhuma forma intimar que a construção do espaço do feminino se efetua em Portugal de forma alienada ao que aconteceu no resto da Europa. Pelo contrário, por regra geral os parâmetros de feminilidade que são desenvolvidos através dos tempos nos textos literários produzidos em Portugal seguem os padrões ocidentais de feminilidade vigentes no momento em que são produzidos. Também não pretendemos levar a cabo uma análise exaustiva da construção do feminino na literatura portuguesa, o que aliás já foi efetuado por vários investigadores em diversos momentos. O objetivo é recolher noções de identidade feminina desenvolvida em alguns textos emblemáticos de autoria feminina, e tentar analisar a forma como os parâmetros de feminilidade estabelecidos nesses textos entram no imaginário literário e cultural português. Basicamente o que se pretende abordar neste trabalho baseia-se na relação entre a identidade imposta e a identidade adotada, ou seja, o que se pretende focar é a forma como na literatura portuguesa as personagens femininas absorvem os parâmetros de identidade que lhes são impostos, os interiorizam, os utilizam nos respetivos processos de autoconstrução finalmente terminando por os propagar.

Bio:

Deolinda M. Adão nasceu em Lisboa em 1954. Reside nos Estados Unidos desde 1970, mais precisamente na zona da Baia de San Francisco.
É doutorada em Línguas e Literaturas Luso-Brasileiras pela Universidade de Berkeley, Califórnia, onde toda a sua formação académica e actividade profissional têm sido desenvolvidas. Participa ainda em vários projectos em Portugal como membro de equipas de investigação, assim como em júri de mestrado e doutoramento em universidades portuguesas.
Tem publicações em revistas especializadas e capítulos em livros sobre a temática dos estudos de género, particularmente sob uma perspectiva pós-colonial, e sobre estudos de hibridismo cultural em espaços colonizados assim como em comunidades migratórias.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas