Sexta-feira, 22 de Junho de 2018

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Congressos

Ocupação Antonio Candido – Colóquio Internacional

Início: Fim: Países: Brasil

Eventos, Literatura

A Ocupação Antonio Candido – que homenageia este que é um dos maiores nomes para o estudo de literatura no Brasil – apresenta, além da exposição que segue de 23 de maio a 12 de agosto, um colóquio internacional que debate a vida e a obra do crítico e teórico literário. As mesas ocorrem no Itaú Cultural, em São Paulo, de 23 a 25 de maio.

Participam das discussões o advogado Celso Lafer, os escritores Antonio Prata e Luiz Ruffato, os professores Šárka Grauová e Pablo Rocca e os pesquisadores de literatura José Miguel Wisnik, Marisa Lajolo e Walnice Nogueira Galvão.

Os encontros são mediados por integrantes da curadoria da Ocupação Antonio Candido: Claudiney Ferreira, gerente de Audiovisual e Literatura do Itaú Cultural; Tânia Rodrigues, gerente da Enciclopédia; e Laura Escorel, neta do homenageado.


Ocupação Antonio Candido
Colóquio Internacional

quarta 23 de maio de 2018
às 19h | Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares

quinta 24 e sexta 25 de maio de 2018
às 18h e às 20h | Sala Multiúso (piso 2) – 80 lugares

[com interpretação em Libras]
[livre para todos os públicos]

 

Mostra

Crítico literário e sociólogo, Candido é uma das maiores referências no estudo da literatura no Brasil e, pelas suas percepções das dinâmicas nacionais, é considerado um dos “intérpretes do país”, ao lado de nomes como Sérgio Buarque de Holanda – que foi seu amigo – e Gilberto Freyre. Falecido em 2017, Candido completaria 100 anos em 24 de julho. A exposição explora, assim, uma vida e uma obra que atravessaram um século.

A mostra é centrada no tema da literatura como direito universal, ideia que o professor desenvolveu no artigo “Direito à Literatura”, e exibe materiais inéditos selecionados do acervo pessoal do homenageado. São notas para ensaios, cadernos de estudo, projetos de pesquisa, um conjunto pelo qual transparece o processo criativo de obras essenciais como a citada Formação... e Os Parceiros do Rio Bonito.

Além disso, a Ocupação promove um colóquio internacional com a presença de pessoas próximas de Candido e do seu trabalho. Nos encontros, que ocorrem de 23 a 25 de maio, compõem as mesas o advogado Celso Lafer, os escritores Antonio Prata e Luiz Ruffato, os professores Šárka Grauová e Pablo Rocca e os pesquisadores José Miguel Wisnik, Marisa Lajolo e Walnice Nogueira Galvão. Saiba mais na matéria.

A curadoria é do Itaú Cultural e de Laura Escorel, neta de Candido.

Publicação e site

A publicação impressa desta Ocupação segue o espírito da exposição e traz uma seleção de dois cadernos manuscritos de Candido, além de um artigo datilografado e corrigido em que o professor trata das relações entre literatura e sociedade e dos primórdios do entendimento da forma literária romance. Acompanhados de fotos e transcrições, esses fac-símiles contêm preocupações e curiosidades teóricas longevas para o autor. O livro poderá ser retirado no Itaú Cultural ou acessado em issuu.com/itaucultural.

Já no site do programa Ocupação, a seção dedicada a Candido trará a partir da abertura da mostra parte do material do evento, outros manuscritos (como o caderno “Revolucionário”, em que é analisada essa figura da política) e entrevistas com as três filhas do homenageado – Ana Luísa Escorel, Laura e Marina de Mello e Souza –; com José Miguel Wisnik, que foi seu orientando; e com trabalhadores próximos a ele: a doméstica Maria Silva e o taxista Moacir Teixeira. Ainda mais, um bate-papo entre Antonio Prata e Luiz Ruffato.

Com informações de itaucultural.org.br

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas