Domingo, 19 de Agosto de 2018
Congressos

II Fórum Ibérico de Investigação em Museologia / Encontro Anual MuSt

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Portugal

Chamada para trabalhos, Museologia

Investigadores da área da Museologia são convidados participar no II Fórum Ibérico de Investigação em Museologia: Os Museus e a(s) Sociedade(s) – teorias, contextos, histórias, experiências, desafios, que terá lugar em Lisboa (Museu Nacional de Arte Antiga e Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa), nos dias 13 e 14 de dezembro de 2018, com o apoio do ICOM Portugal. A chamada para trabalhos está aberta até 30 de junho.

O II Fórum Ibérico de Investigação em Museologia, que este ano se junta ao Encontro Anual do Grupo de Museum Studies (MuSt) do Instituto de História da Arte da Universidade Nova de Lisboa, pretende estimular a partilha de projetos pessoais ou institucionais, experiências e reflexões em torno da história e dos desafios atuais da Museologia da Península Ibérica e mesmo do contexto mais alargado do mundo ibero-americano.

Este Fórum dirige-se a investigadores em fase de formação avançada: Mestrandos, Doutorandos e Doutorados em início da sua trajetória académica. São convidados a contribuir com comunicações os vários membros da comunidade académica dos países ibéricos, bem como investigadores de outros países que estejam trabalhar sobre temas relacionados com a história e a realidade da Museologia portuguesa, espanhola e ibero-americana. As línguas de trabalho serão o português e o espanhol.

Linhas de trabalho

De entre os vários tópicos passíveis de serem alvo de reflexão e debate neste encontro, incluem-se:

  • Evolução e coexistência de modelos de aproximação à sociedade: o museu “clássico”, o museu “virtual”, o museu “global” – que discursos e narrativas? Que modalidades de aproximações ao público e à sociedade?
  • Os contextos político-administrativos: o desenho de políticas museológicas, as estruturas organizativas e os modelos de gestão – que relação e impacto no desempenho dos museus e na participação social?
  • A arquitetura de museus e o seu impacto urbanístico e social.
  • Os museus como instituições de poder e diplomacia e a importância das ações individuais ou coletivas das personalidades que gerem os organismos museológicos e patrimoniais.
  • A aplicação das funções museológicas e a sua relação com os públicos.
  • A relação com a tecnologia e as mudanças na mediação e perceção do património.

Mais informações no site do ICOM Portugal.

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas