Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Congressos

Colóquio Natureza e Cidade: olhares cruzados franco-lusófonos

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil, França

Chamada para trabalhos, Arquitetura, Sociologia, Ciências Humanas e Sociais, Geografia, Economia, Urbanismo

O Colóquio Natureza e Cidade: olhares cruzados franco-lusófonos (Nature Et Ville : regards croisés franco-lusophones), Colóquio sobre Planejamento e Urbanismo, acontece em Tours, na França, de 13 a 15 de junho de 2018. O Colóquio tem como objetivo continuar e aprofundar o esforço de reflexão sobre a relação espaço/sociedade/meio-ambiente já abordada por muitos pesquisadores, a partir de uma perspectiva interdisciplinar, internacional e comparativa. O objetivo é reunir pesquisadores e profissionais interessados no entrecruzamento de questões urbanas e ambientais, envolvendo tanto as contribuições das ciências naturais quanto das ciências humanas e sociais. Os investigadores interessados em contribuir com trabalhos têm até 15 de novembro de 2017.

O evento é organizado pelo Departamento de Planejamento e Meio Ambiente da Politécnica de Tours com apoio da Internationale, Association pour la Promotion de l’Enseignement et de la Recherche en Aménagement et Urbanisme ( APERAU) e Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional (ANPUR) e tem como tema geral a relação entre cidade e natureza.

Eixo Temático

Em um contexto fortemente marcado por conflitos globais relacionados às mudanças climáticas e a mudanças urbanas profundas, particularmente relacionadas ao fenômeno da metropolização como uma expressão espacial da globalização, muitas perguntas surgiram nos últimos anos decorrentes de questionamentos mais gerais sobre o conteúdo e evolução da relação entre cidade e natureza. Além disso, os impactos da globalização e dos distúrbios globais (alterações climáticas, escassez de recursos, perda de biodiversidade, padronização de paisagens ...) também se expressam por meio de impactos diretos e indiretos sobre cidades intermediárias, médias e pequenas .

É o que explica a crescente importância, nos últimos anos, do questionamento sobre a realidade da relação de complementaridade e/ou oposição entre cidade e natureza. Isto pode ser visto nas áreas culturais da francofonia e da lusofonia, muitas vezes com diferentes abordagens, relativas tanto ao contexto social, às trajetórias de desenvolvimento urbano e à disseminação de modelos específicos de "natureza urbana" (temos, por exemplo, a influência considerável de Burle Marx na reflexão sobre a integração da natureza com o espaço público das cidades brasileiras). Assim, o propósito principal do Colóquio é permitir a confrontação entre as diferentes apreensões da relação cidade-natureza dentro das duas áreas culturais.

No entanto, abordar a questão da relação cidade-natureza, a partir das duas áreas culturais e em seus distintos países, não pode levar ao esquecimento das especificidades internas de cada uma das duas áreas culturais nem ignorar a diversidade de abordagens existente nos dois lados, considerando as especificidades de países como Marrocos, Brasil, Bélgica ou Moçambique, Suíça ou em qualquer outro país. Por outro lado, devido a sua amplitude, a temática proposta é prioritariamente enfrentada por planejadores-urbanistas mas deve ser enfrentada também pelas disciplinas que tratam da questão do espaço, como a Ecologia Urbana, Ecologia da Paisagem, Geografia, Sociologia, Economia, Ciência Política e também Arquitetura, sempre numa perspetiva interdisciplinar. O Colóquio é, portanto, aberto a todas essas disciplinas.

Espera-se que as propostas se enquadrem num dos três eixos temáticos definidos :

  1. Dinamica Das Relações Cidade-Natureza
  2. Natureza, Trunfo Ou Ameaça Para A Cidade
  3. Natureza Vivida E Natureza Em Ação : Representações Versus Ação Publica

Mais informações na chamada para trabalhos em anexo e na página do Colóquio Natureza e Cidade: olhares cruzados franco-lusófonos.

 

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas