Quarta-feira, 18 de Julho de 2018
Congressos

Chamada para submissão de comunicação oral: ST10 - VII SERNEGRA

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para trabalhos, Estudos Decoloniais, Género

VII SERNEGRA: descolonizar o feminismo

Data do evento: De 18 a 21 de novembro de 2018

Local: Instituto Federal de Brasília (IFB)

Prazo para a submissão de comunicações orais: De 07/05 a 24/06 de 2018

ST10 - Conceitos e métodos para a análise da interseccionalidade de gênero e raça nos estudos migratórios eixo sul-sul

Gloria Maria Santiago Pereira (Unieuro) & Jose de Ribamar Sousa Pereira (UCB)

 

Na contemporaneidade o impacto e intensidade do fenômeno migratório suscita debates que desafiam a práxis nos diferentes campos do conhecimento das ciências sociais e humanas. Assim, podemos citar algumas situações (próprias desse fenômeno), como: o afluxo de imigrantes africanos no território latino-americano; a migração forçada de indivíduos que sofrem perseguição por sua orientação sexual e/ou religiosa; a circulação global de indivíduos mediadas por tecnologias virtuais; feminização da migração; e as multiplicidades de trocas culturais, que geram identidades rizomáticas. Esses fenômenos socioculturais interrogam as teorias clássicas, instigam a produção de outros conhecimentos e desvelam saberes e práticas eclipsados pelo discurso canônico ocidental de verdade científica. Nesse sentido, ao mesmo tempo que a desordem material e simbólica produzida pela tensão entre o tradicional e o contemporâneo geram medo e angústia, também abrem espaços para vozes, que outrora foram silenciadas pelo colonialismo epistêmico e geopolítico do binarismo norte-sul. Portanto, este simpósio temático acolherá trabalhos produzidos no limiar dos conflitos socioculturais, na era da globalização, cujo objetivo é proporcionar outros caminhos e possibilidades à construção de um conhecimento reflexivo e situado no âmbito interdisciplinar dos estudos migratórios, no espaço latino-americano, em diálogo com saberes produzidos no contexto caribenho e africano. Também serão aceitas releituras conceituais e metodológicas de correntes teóricas tradicionais, desde que não evada da proposta do simpósio, que tem como enfoque a circulação de saberes sensíveis às dinâmicas socioculturais, no contexto da migração, eixo sul-sul, que leve em conta aspectos vinculados à interseccionalidade de gênero e raça. Impende mencionar que as diferentes formas de abordagens dos fenômenos socioculturais, em especial, relacionados aos estudos migratórios, possibilitam múltiplas análises estruturadas, que captam e realçam resultados válidos acerca da experiência social dos indivíduos e/ou grupos sob investigação. Nesse sentido, o simpósio também recepcionará propostas de trabalhos com metodologia qualitativa e/ou quantitativa, desde que a abordagem utilizada seja capaz de contemplar a realidade estável, mutável, de múltiplas categorias socioculturais (como de gênero, raça e nação) e que depreenda uma compreensão mais completa dos fenômenos considerados. Assim, o simpósio espera acolher trabalhos que contemplem o afluxo de imigrantes nos diferentes espaços geográficos eixo sul-sul e identifiquem padrões de violências e preconceitos produzidos nesses espaços que impactam no afluxo de imigrantes. Esses trabalhos podem, ainda, proporcionar uma reflexão que propicie a construção de uma ponte entre o preconceito e a violência e, dessa forma, expressar a consequente discriminação e exclusão por gênero e raça como categorias impulsionadoras do fenômeno da migração, sem olvidar a análise sob a perspectiva da interseccionalidade de formas de agenciamento e discriminação relacionadas às questões de gênero e raça, que interagem como modos de subordinação.
 

Maiores informações: https://www.sernegraifb.org/proposta-de-comunicacao-oral                                                            

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas