Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018
Congressos

Chamada de trabalhos - mesa no congresso da BRASA - Rio de Janeiro 2018

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para trabalhos, Estudos Brasileiros, Literatura

Chamada de trabalhos - mesa no congresso da BRASA - Rio de Janeiro 2018
CFP - BRASA panel - Rio de Janeiro 2018 

Literatura Brasileira Contemporânea e Perspectivas Renovadoras 
​Contemporary Brazilian Literature and Innovative Perspectives 
 

25 de julho a 28 de julho de 2018
PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica)
Rio de Janeiro, Brasil

 

Jaime Ginzburg argumenta que “poderíamos avaliar a contemporaneidade como um período em que parte da produção literária decidiu confrontar com vigor tradições conservadoras no país, em favor de perspectivas renovadoras” (“O narrador na literatura brasileira contemporânea” 2012). Bernardo Carvalho tem “faith in literature as a way of transcendence, of widening the world we live in and its understandings – not necessarily with good will and good universal feelings that become commonplace and therefore can be easily marketed, but by tackling our most contradictory, paradoxical and obscure spots” (“Fiction as Exception” 2010). Vistos juntos, os dois argumentos sugerem a possibilidade de a literatura brasileira contemporânea abrir novos caminhos para perspectivas inovadoras, assim transcendendo fronteiras socioculturais estabelecidas e confrontando paradoxos. A mesa procura discutir como literatura brasileira contemporânea (pós-1985) apresenta estilos e perspectivas inovadoras ao lidar também com limites inevitáveis. Favor de enviar o título do trabalho, o resumo (200 palavras) e a nota biobibliográfica (100 palavras) a Sophia Beal sfbeal@umn.edu até o dia 10 de maio de 2017. Resumos podem ser em português ou inglês. 

Mais informações sobre o 14.º Congresso Internacional da Associação de Estudos Brasileiros (BRASA) aqui.

Fonte: BRASA.org


Jaime Ginzburg argues that “poderíamos avaliar a contemporaneidade como um período em que parte da produção literária decidiu confrontar com vigor tradições conservadoras no país, em favor de perspectivas renovadoras” (“O narrador na literatura brasileira contemporânea” 2012). Bernardo Carvalho has “faith in literature as a way of transcendence, of widening the world we live in and its understandings –not necessarily with good will and good universal feelings that become commonplace and therefore can be easily marketed, but by tackling our most contradictoryparadoxical and obscure spots” (“Fiction as Exception” 2010). Taken togetherthese two arguments suggest the possibility of contemporary Brazilian literature forging a path for innovative perspectives that transcend established sociocultural boundaries and confront paradoxes. This panel seeks to discuss how contemporary (post-1985Brazilian literature presents inventive perspectives and styles while also grappling with inevitable constraintsPlease send titleabstract (200 words), and a bio (100 words) to Sophia Beal at sfbeal@umn.edu by 10 May 2017. Abstracts in Portuguese or English are welcome. 

Informação relacionada

Enviar Informação

Mapa de visitas