Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

Um projeto de

Fundação Calouste Gulbenkian
Associação Internacional de Lusitanistas

Saber mais

Congressos

1º Congresso Internacional de Redes Sociais (CIReS) em Évora

Início: Fim: Data de abertura: Data de encerramento: Países: Brasil

Chamada para trabalhos, Comunicação, Educação, Ciências Humanas e Sociais, Migrações, Ciências da Comunicação

O 1º Congresso Internacional de Redes Sociais (CIReS) acontece nos dias 1 e 2 de junho de 2017 em Évora. Organizado pelo Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA – Pólo da Universidade de Évora) é um fórum que pretende congregar investigadores, técnicos e especialistas que desenvolvem a sua atividade no quadro das redes sociais, seja no seu estudo, seja no desenho e concretização de projetos de intervenção social e organizacional. Os investigadores interessados em submeter resumos têm até 28 de fevereiro.

Eixo temático

As pessoas encontram-se inseridas na sociedade por meio de relações sociais que desenvolvem ao longo da sua vida, inicialmente no seio familiar, depois na escola, na comunidade em que vivem, no trabalho e numa imensidão de outros lugares e setores da organização social. As relações que as pessoas estabelecem e mantém irão estruturar a esfera social.

O conceito de rede está inerente ao nosso quotidiano quer seja ele de dia-a-dia, quer seja organizacional já que a interdependência, a interação e a inter-relação estão inerentes a todos nós, enquanto seres humanos. Uma rede consiste num conjunto de laços diádicos todos do mesmo tipo, entre uma série de atores, ou seja, um conjunto de indivíduos que se relacionam com um objetivo específico caracterizado pela existência de fluxos de informação.

A metodologia de análise de redes sociais beneficia de influências de várias correntes, provenientes dos mais variados campos científicos (antropologia, sociologia, política, psicologia, matemática, etc.) sendo também notório que, nos mais diversos quadrantes da sociedade existem as mais diversas redes. A análise de redes sociais também aponta para uma perspetiva teórico metodológica que enfatiza o estudo das relações entre entidades e objetos de várias naturezas, contribuindo para a compreensão de problemas complexos, tais como a integração da estrutura social (macro) e a ação individual (micro).

No quadro da intervenção social e organizacional, as redes sociais consubstanciam, pois, processos e dinâmicas muito complexas que importa discutir e descodificar no CIReS.

Pretende-se com este Congresso conhecer, discutir, aprofundar e disseminar dinâmicas e práticas de utilização de redes sociais em projetos de intervenção social e organizacional, bem como, discutir, analisar e disseminar experiências e projetos que tenham como base a teoria e metodologia de análise de redes sociais.

Áreas Temáticas

I. Organizações e Saúde
II. Educação e cidadania e intervenção comunitária
III. Trabalho e profissões
IV. Redes sociais locais/municipais
V. Redes de luta contra a pobreza
VI. Redes e destinos turísticos
VII.Redes virtuais e colaborativas
VIII. Métodos e Técnicas de Investigação
IX. Movimentos sociais e práticas culturais
X. Migrações e redes

Mais informações na página do CIReS.

Informação relacionada

Outras webs de referência
Enviar Informação

Mapa de visitas

Locations of visitors to this page